Fluidez da vida
  • Compartilhe:

Padre Ezequiel Dal Pozzo
contato@padreezequiel.com.br

O que possibilita a criatividade e a felicidade? Muitas vezes nós podemos sentir que a vida trava. Quando as coisas não rendem, quando não acontece a dinâmica do fluir… a vida não flui. Isso acontece com muita gente. Até na psicologia se chama a Síndrome de Burnout. É exatamente aquela pessoa que se sente sobrecarregada, ela paralisa e fica bloqueada. Ao contrário disso é a criatividade. Essencialmente ser criativo não é nada mais do que estar no fluxo; e chamamos de fluxo um estado que permite criatividade. O fluxo da vida é um caminho para a felicidade. Quando pensamos em nosso trabalho, o fluxo de energia é o caminho por excelência para também encontrarmos realização e felicidade em nosso trabalho, em vez de apenas reclamarmos da carga e dos incômodos que o trabalho nos causa. Quando a energia está fluindo dentro de nós, trabalhamos de forma eficaz e somos sustentados por essa energia. Nesse modo de entender, o fluxo, o fluir é forma mais eficiente de trabalho criativo e gratificante.

Isso distingue, por exemplo, do fogo de palha, de um entusiasmo que se inflama por um breve momento e depois rapidamente se apaga. Mas também, isso é diferente da obstinação com o trabalho. Hoje, há muitas pessoas que desenvolvem uma mania em relação ao trabalho. Parece que estão totalmente focadas nele, mas estão fixadas em algo externo, O fluir não se refere, de modo algum, só ao trabalho, mas também pode se voltar para a arte, o prazer, o descanso. A vida também flui quando eu me esqueço nela e com ela me envolvo completamente. Deixar-se envolver pela vida, pelas situações que acontecem. Pode-se descrever esse estado como a forma particular de um estado de felicidade.

Por isso, caro leitor, eu queria só conversar sobre esse ponto: como você está deixando a vida fluir. Você está bloqueado e percebe que em alguns momentos a vida, de certa forma, paralisa? Ou você está num dinamismo agradável no trabalho, no encontro com as pessoas, naquilo que você faz, nos estudos, que isso está te deixando feliz? Se está assim, parabéns, continuemos em frente. Se está bloqueado, é preciso rever algumas coisas. Pense nisso.

Jornal Nova Fronteira