Empossada nova diretoria da Academia Barreirense de Letras
  • Compartilhe:

 

Por Miriam Hermes

Foi empossada ontem, 11, em reunião especial no espaço da biblioteca Folk Rocha, no Palácio das Artes, com a presença de convidados, a nova diretoria da Academia Barreirense de Letras (ABL), que vai gerir a entidade no biênio 2018/19.

 

Assumiu a presidência da entidade, criada em 2005, a professora e escritora Ananda Lima, tendo como vice o cordelista e músico, Robson Batista. A professora e escritora Solange Cunha, que presidiu a academia nos últimos dois anos, voltou como secretária.

Também permaneceram na diretoria os escritores Antônio Galdino como tesoureiro e Vivaldo Mota como segundo tesoureiro. A escritora Tina Laura é segunda secretária e são Conselheiros Antônio de Pádua, Celso Lacerda e Luiz Pamplona.

Com a proposta de trabalhar pelo reconhecimento da ABL como instituição de destaque regional na área da produção cultural, a nova diretoria está debatendo os projetos para em breve iniciar as atividades relativas a 2018.

Homenagem – A confrade Lelia de Macedo Rocha, personagem fundamental na criação da ABL e que nos deixou recentemente foi citada por diversos imortais da ABL. Ex-secretária de Cultura de Barreiras era muito querida e deixou sua marca registrada na cultura de Barreiras por levar muita alegria nos diversos movimentos festivos e de resgate da tradição regional, inclusive no Carnaval do Oeste baiano, aonde chegou a ser Miss. Lélia se destacou no serviço público, além dos servidos prestados no Município como Secretária de Cultura, Desporto e Lazer entre 2005 a 2008 e Coordenadora do Programa Idade Vida, entre 2013 a 2016, foi também Psicóloga na 10ª CIRETRAN, em Barreiras.

 

Jornal Nova Fronteira