Zito Barbosa concede entrevista para a imprensa barreirense

Publicada em 03/10/2016 às 16:54

zito

Da redação JornalNF

Zito Barbosa (DEM-25), candidato eleito com 49,5% dos votos na eleição municipal de Barreiras, Oeste da Bahia, ocorrida no último dia 02, reuniu a imprensa no Hotel Morubixaba para tratar de vários assuntos, entre eles podemos destacar: Apoios, Planejamentos, Diálogo com a Imprensa, Relação com os Comerciantes, Nepotismo, Participação Popular, Relação com o Legislativo, Formação de Governo, entre outros temas.

zito1

Sobre os apoios, Zito agradeceu cada um dos partidos da grande coligação formada e as pessoas que apoiaram e acreditaram na Chapa Zito/Karlucia, em especial o fundamental apoio recebido da ex-prefeita Jusmari Oliveira. “O apoio de Jusmari foi fundamental. Desde 2015 abrimos uma negociação e eu sempre afirmei para ela que seu apoio e de seu grupo político definiria o vencedor das eleições em Barreiras, e de fato ocorreu. Nós já tínhamos o apoio de parte de seu grupo, mas a declaração oficial de seu apoio sacramentou a eleição”, disse Zito Barbosa.

zito2

Quanto ao Planejamento, algo muito debatido em seu programa político, Zito afirmou que o primeiro passo será a reestruturação da Prefeitura. “Precisamos de uma máquina enxuta para que sobrem recursos para investimentos. O grande problema de Barreiras é que a máquina é muito grande, sem planejamento e que sobram poucos recursos para investir. Pretendemos fazer diferente e ter ao nosso lado uma equipe altamente técnica para nos auxiliar e atacar os problemas crônicos de Barreiras, seja na infraestrutura, saúde ou educação”, relatou Zito, afirmando que ainda esse mês, acompanhado de sua vice, karlúcia Macêdo, irá até Brasília para conversar com os deputados que receberam votos em  Barreiras, para destinarem recursos em suas emendas parlamentares.

zito3

 

Ao ser questionado sobre como será seu diálogo com a imprensa e sua relação com o comércio da cidade, o prefeito eleito comentou que a cidade precisa de uma gestão com planejamento, uma gestão que pense em Barreiras não apenas por quatro anos. Quanto a imprensa, assim como ocorreu durante a campanha, pretendemos manter um bom relacionamento com todos os veículos. A partir do dia 01 de janeiro todos os meios de comunicação terão condições de sentar com o gestor e conversar, pois eu e minha vice pretendemos fazer uma gestão transparente e que para isso ocorra é preciso a parceria com a imprensa”, expôs Zito Barbosa, lembrando que em relação ao comércio da cidade e os prestadores de serviços para a Prefeitura, receberão rigorosamente em dia. “Esse é o nosso compromisso. Vamos mudar essa página de Barreiras, na qual os prestadores de serviços e os comerciantes ficam inseguros se receberão ou não da Prefeitura”.

Relativo ao tema de como será a participação da população em seu governo, Zito declarou que pretende ouvir a sociedade e criar conselhos em vários setores da Prefeitura. “Criaremos Conselhos na Educação, na Saúde, na Infraestrutura, entre outros, onde envolvam todos os seguimentos da sociedade barreirense, para que possamos ouvir seus anseios e possamos errar menos e construir uma cidade melhor através de uma sociedade participativa”.

O Nepotismo ocorrido nos seus dois primeiros mandatos como prefeito de São Desidério, quando seus irmãos ocuparam cargos de primeiro escalão, Zito Barbosa afirmou que agora fará diferente. “Naquele momento se fazia necessário, mas mesmo assim, antes de serem meus irmãos, eram todos qualificados, eram médicos e advogados. Agora não. Nessa minha administração em Barreiras afirmo que não terá irmão, esposa, cunhado ocupando cargos públicos, uma vez que temos em Barreiras pessoas altamente qualificadas para tal”.

A relação executivo/legislativo também foi tema da coletiva. Zito foi enfático ao afirmar que não existe nenhum acordo com os partidos na composição de seu governo. “Nosso compromisso é com Barreiras. Não faremos nenhuma concessão ou troca de cargos ou vantagens para os vereadores eleitos. Temos dito isso a eles e que quero que cumpram o seu papel como vereadores, fiscalizando e legislando em benefício da população”, concluiu o futuro prefeito de Barreiras.

1 Comentário

  1. joão de deus ferreira disse:

    A CULPA
    A CULPA não foi minha, assim falou o Presidente Temer, sobre a crise econômica que assola o País.
    Aquele que não quer ser culpado por crise econômica, quando foi vice-Presidente no Governo Dilma Rousseff, deveria ter o honroso dever, de romper com a sua colega de chapa, e falar a Nação sobre a crise que se instalou.
    Nos que produzimos as riquezas desta Nação, não somos incapazes, de entender a sua trajetória política, e a coligação que o levou a Presidência da República.
    Diz-se daquele que finge não notar a ação maldosa, praticado por sua colega de chapa Dilma Rousseff, o ilustre Presidente da República, se torna cumplice conluiado, sem argumento.
    E agora Temer a arrogância não vence essa crise, e esse é um dos mais altos preços há pagar, por ser Presidente e não ter um projeto, um escopo, antagônico que mirasse no modelo que seu governo desenha para a economia deste País. Temer como crescer, sem empregos, com inflação alta e sem caixa. Temer não quis ouvir a sociedade que tem as ideias.
    Espero que suas equipes estejam atentas, preste atenção, tu tens trinta dias para mostrar uma fresta de luz, caso contrário o seu grupo está onerando este País. E levando tudo ao abismo. Vocês sabiam de tudo isso, queria ser até o salvador da Pátria. E deixar o seu nome nessa história triste que vocês acabaram de desenhar para o Brasil.
    Temer você não se preocupa com popularidade, com o País que está com cento e setenta crimes por dia, roubos de cargas de caminhão explode e bate um novo recorde, o desemprego atinge doze milhões de desempregados, não deve se preocupar mesmo.
    Temer e MEC. Porquê Geometria? Esse País tem um grande déficit por falta de criador de ideias em nosso País. Um lembrete para os mais médicos, o excesso de advogados em portas de cadeias, a falta de Professores, Educação tem que ser bem administrado, Geometria lhes faz ver em sua frente o seu projeto voar, navegar, correr e a sua mente brilhar pelo objetivo atingido.
    MEC é verdade que vocês mandaram esconder da sociedade que paga os seus salários, que as ideias de JOÃO E DEUS FERREIRA, não deveriam ser comentadas ou veiculadas, por políticos ou funcionários, iguais quando aconteceu em São Felix do Xingu PA. Bancos, Basa, Bradesco, brasil, se calaram quando mandaram dar um tiro no meu filho, para intimidar JD e o JUDICIÁRIO se escondeu, isso é o Brasil dois, a outra face da moeda.
    Espero que os formadores de opinião façam algumas perguntas a essa quadrilha.
    MEC vocês conhecem bem uma matéria denominada estômato, aquela que tem um curso de matemática ‘’into’ ’quando vocês conhecer a verdade o legitimo irão se assustar, assim fala JD.
    Enquanto não me pagarem o prejuízo que me deram seguirei perseguindo os seus erros, lhes tirando a posse de conhecedores, vocês não são pagos para esconder a verdade.
    Imagine um homem que só permaneceu do lado bom, tentando pregar a verdade, fazer o bem é muito difícil, e se JD vira o disco para fazer o mal que é muito mais fácil. Imaginem.
    Eleição 2016, os Prefeitos e Vereadores eleitos neste País, se elegeram prometendo segurança, água, saneamento básico, aos seus eleitores, e com certeza os esgotos serão dissolvidos nos rios, mares, e igarapés desta Nação.
    Esse País precisa urgentemente de um projeto de saneamento que dê um bom destino ao seu esgoto, e que possa caber no orçamento de cada município deste País. O que falta neste País. E está em extinção é a figura masculina do homem conhecedor, aquele que pode dar o sinal verde para o Meio Ambiente, falta homem.
    JOÃO DE DEUS FERREIRA- O HOMEM

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br