Eles Eram Muitos Vagantes um nanorromance revolucionário

Publicada em 19/07/2020 às 10:06

 

Eles Eram Muitos Vagantes é um nanorromance revolucionário, escrito por um coletivo de trinta escritores/estudantes da educação básica (3ª Série do Ensino Médio), que rompe com as fronteiras entre o verso e a prosa, já que seus capítulos líricos são compostos por minipoemas e minicontos. Sua temática, é o complexo sentido de humanidade. A obra foi definida, em vídeo, como “sensacional”, por Luiz Ruffato, um dos maiores escritores da contemporaneidade.

O livro é fruto de um projeto de leitura e produção literária realizado pelo professor de Literatura, Diego Rochac, com estudantes da 3ª Série do Ensino Médio da Escola São José, Barreiras-BA, com o intuito de fazer com que os aprendentes conheçam a Literatura por dentro, através da escrita, e por fora, por meio da leitura. Aperfeiçoando assim, tanto a escrita quanto a leitura de maneira geral. Além de se valorizar o protagonismo estudantil. Eles leram a obra Eles Eram Muitos Cavalos de Luiz Ruffato, realizaram reflexões estéticas e temáticas sobre o romance, e depois, tiveram que exercitar a sua própria autonomia no processo de produção literária.

A obra Eles Eram Muitos Vagantes do Oeste da Bahia, representa toda a região, pois já está disponível em todos os países de língua portuguesa e na Europa, através da França. Ela possui ainda, a grande honra de ter o seu prefácio escrito por ninguém mais, ninguém menos que o próprio Luiz Ruffato. Para adquiri-la, basta entrar no site da Editora Viseu: https://www.eviseu.com/pt/livros/1430/eles-eram-muitos-vagantes/.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br