Corrida do Algodão volta a ser realizada em 2022: uma celebração da saúde e da união
  • Compartilhe:

Ascom Abapa

Depois de dois anos de interrupção, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) já tem data e novo local para a sua, já tradicional, Corrida do Algodão. O evento será realizado no dia 06 de agosto, na Praça Dirceu Montani Filho – também conhecida como a “Praça do Avião” –, em Luís Eduardo Magalhães. Esta é a quarta edição da Corrida, e a expectativa é de que ela atraia um público de competidores em linha com os anos anteriores, em torno de mil participantes. Nesta quinta-feira, 08, a vice-presidente da Abapa, Alessandra Zanotto, e a analista de Marketing da associação, Cristiane Barilli, participaram de uma reunião com representantes das Secretarias Municipais de Luís Eduardo Magalhães, envolvidas no evento, para discutir os detalhes logísticos para que a corrida se dê em plena harmonia com os fluxos da cidade.

Estavam presentes a secretária de Cultura e Esporte, Vânia Lurdes Cenci Tsukuda, o professor Sérgio Henrique Louzada, que é coordenador e organizador de competições, a diretora de Esporte, Kaline Lira, o coordenador de Trânsito, Wanderson Santana, e o coordenador dos Agentes de Trânsito da Sutrans, Adriano Gonçalves da Silva.

“Nós estamos muito contentes por, mais uma vez, realizar a Corrida do Algodão. Desta vez ela tem um significado ainda maior, que é de celebrar a cura, a volta à normalidade do mundo, depois de dois anos muito difíceis. A Prefeitura Municipal, através das secretarias, nos abriu as portas de forma muito generosa, e, juntos, vamos trabalhar para que o evento ocorra da melhor maneira possível, e em sintonia com a cidade, em todos os detalhes”, afirma Alessandra Zanotto.

De acordo com a vice-presidente, quem perdeu o ritmo, depois de dois anos, tem que acelerar os treinos. “Serão provas de 10km e 5km. Temos ainda alguns meses à frente. É calçar o tênis e sair para treinar. O mais importante será congraçar e celebrar a vida e a saúde!”, concluiu.

Jornal Nova Fronteira