Professor de Brejolândia paralisarão atividades na próxima semana

Publicada em 03/11/2017 às 09:41

 

Da redação JornalNF

Os professores de Brejolândia, município localizado no Oeste da Bahia, distante 757 quilômetros de Salvador, paralisarão suas atividades na próxima semana.

Com uma população estimada pelo Senso de 2010 em 11.127 habitantes, a cidade conta com aproximadamente 143 profissionais da educação em atividade e caso ocorra a paralisação, 1.400 alunos ficarão sem aulas entre os dias 07 e 09 de novembro.

Na pauta das reivindicações estão:  Auxílio educação dos professores em exercício que foi retirado do salário no valor de R$ 250,00; a diminuição da carga horária na sala de aula de 20h semanais segundo a lei 11.738-08 que se se estipula 1/3 de carga horária ema atividades extra classe; as faltas duplicadas nos proventos referidos de cada mês que vem acontecendo nos salários dos servidores; recebimento do PRECATÓRIO DO FUNDEF, dos anos de 1998 a 2006, hoje FUNDEB; a reivindicação do plano de carreiras dos servidores da educação; elaboração e a retificação do concurso público sobre as vagas dos profissionais na área da educação (magistério).

12 Comentários

  1. Neto mendes disse:

    Não da pra acreditar que ainda tem gente que tem a cara de pau de falar isso e tirar o direito de um profissional de correr atras dos seus direitos.ainda tem a coragem de falar que isso é politicagem isso é uma vergonha pra nossa cidade, basta a humilhação que os professores sofrem na sala de aula com os alunos e salario baixo, e ainda tirando o repasse deles que é o direto deles parabens professores e parabens Misaelma pelo o seu carater que muitos hoje venderam o que tinha

  2. Mestre Cipó disse:

    Parabenizo a classe pela iniciativa da paralização, e congratulo as lideranças que mobilizaram os professores para essa iniciativa… Essa gestão imoral e irresponsável já deu prova não só da falta de diálogo mas também da completa falta de respeito com a classe operária. É notável a a insensatez e a desonestida mediante as medidas tomadas diante do recurso em questão, caso os professores não tome as ruas e façam uso de todos os recursos em todas as esferas legais, jamais verão nenhum repasse por parte desse prefeito leviano e inescrupuloso.

  3. Gracino Barreto disse:

    E realmente lamentável diante de tantas injustiças para com os servidores municipais de Brejolandia, e ainda ouvir tamanhas tolices de um ser humano. Fique vc sabendo seu mal informado que sofremos injustiças de todos os tipos e que esse diálogo a qual se referente está redondamente enganado, o trabalho que está sendo feito e muito bem organizado, tudo conforme trâmites legais e que fique bem claro que nesse momento somos uma família que a cada dia fortalece, portanto, se fala mal de um está falando mal de todos, respeite-a, fazendo isso estará respeitando todos nos funcionários. Ouvir certos tipos de comentários da a entender que ainda existem pessoas tolamente leigas sem nenhum grau de instrução. Correr atrás de seus direitos não significa tumultuar… Juntos somos mais fortes

  4. Edson Pereira dos Santos disse:

    Cuidado. Oposição só está querendo timutuar a cidade. Direitos somente se conquistam com diálogo e respeito. Não acredito que uma candidata que teve 64 votos irá conseguir grandes conquistas, pois a mesma não tem compromisso com a educação por onde passa inventa atestado e doença para não trabalhar. Ainda está nconformada com as regalias cortadas pela atual gestão. Dialoguem professores antes de gerar consequências desastrosas. Essa família dos Queiroz não querem ajudar somente tumultuar.

  5. Millena Pinheiro disse:

    Parabéns aos profissionais de educação por essa medida tomada, apenas com ações desse tipo, poderam ter a devida atenção e assim reinvindicar todos seus direitos , pois só assim o professor será valorizado e exercer seu trabalho com mais excelência.

  6. Micaella Pinheiro disse:

    Todos os professores são dignos de seu trabalho, e merecem um salario digno também, pois estão sempre lutando para a melhoria do ensinamento dentro da sociedade e formando muitos profissionais que se não fosse pela dedicação dos SERVIDORES DA EDUCAÇÃO o mundo estaria mais perdido do que está..
    Parabéns pela iniciativa todos são merecedores e com fé em Deus irá vencer mais uma das grandes batalhas…

  7. Edinilson disse:

    É uma luta de todos nós se o sistema respeitassem nossos direitos não haveria necessidade de paralisarmos as aulas para poder exigi-los , e a sociedade precisa acordar e entender que através da educação venceremos todas as outras mazelas da sociedade.Brejolandia estamos juntos.#respeitoaosprofissionaisdaeducação.

  8. Rosi Itacaramby disse:

    Respeitar os professores é respeitar uma história.

    Parabéns aos professores de Brejolândia pela a iniciativa. A busca pelos direitos deve ser incessante e o medo de lutar deve ser repudiado.
    Não podem ficar calados…
    Estamos todos, mesmo de longe, na torcida por vocês!

  9. Joselia disse:

    Parabéns aos meus colegas que estão lutando por seus direitos. É vergonhoso ver a desvalorização de nossa profissão e sendo que ela é responsável por formar todos os outros profissionais. Que bom que os professores de Brejolândia agora tem um sindicato para representa-los.

  10. Eliane disse:

    Os servidores de Educação Brejoladesse estão de parabéns pela sua visão ampla dos seus direitos como servidores e decidos a lutar pelo seu futuro profissional.

  11. Gracino disse:

    Parabéns pela paralizacao, sou professor mas tenho vergonha de falar a profissão que tenho, não pela importância que exerce numa sociedade, mas pelo o mísero salário que ganho, tendo que fazer um verdadeiro malabarismo pra sobreviver. Aí vou dizer pro meus alunos que a escola e o caminho da felicidade, o onde as portas de abrem. Tal citação justificaria a miséria que vivo?

  12. Maria do Socorro Campos disse:

    Adoro ser professora,mas tenho vergonha do salário que recebo.Agente sabe que tem direitos ao precatorio,mas infelizmente temos que travar uma luta desnecessária pq o gestor infelizmente não quer nos dá o que é de direito.

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br