Jovem escritor de Wanderley busca apoio para imprimir suas obras

Publicada em 24/04/2018 às 15:52

 

Por Eduardo Lena

Marcelo Pereira, 33 anos, nasceu no povoado de Olhos D´Água, zona rural de Wanderley, Oeste da Bahia. Atualmente mora na Reforma Rio Grande II, no vizinho município de Cotegipe, onde já atuou como professor e nos dias de hoje tem como fonte de renda o trabalho na roça, como lavrador.

Quando menino andava seis quilômetros ida e volta para estudar em Cotegipe e no retorno trazia a mochila cheia de livros que pegava emprestado na biblioteca do colégio. “Era minha diversão e meu passatempo na roça. Quando pequeno fui um devorador de livros dos grandes autores brasileiro e quando terminava o trabalho na lavoura, corria para casa e pegava os livros, e sob a luz de um candeeiro lia Jorge Amado, Machado de Assis, Graciliano Ramos, entre outros renomados escritores”, disse Marcelo Pereira, lembrando que seu pai brigava dizendo, “menino, apague esse candeeiro que está gastando muito óleo”.

Aos 15 anos já fazia poesias, mas foi aos 19 anos que escreveu seu primeiro romance.

Marcelo se define como um escritor de estilo variado. “Tenho oito livros escritos que vão desde o romance, contos, poesias, livro infantil e um religioso”, comentou, enfatizando que tem como sonho a possibilidade de mostrar suas obras para todos. “As pessoas costumam dizer que os brasileiros não gostam de ler, mas na verdade falta oportunidade e incentivo. Infelizmente costumamos valorizar autores estrangeiros e deixamos os nossos escritores relegados a segundo plano e eu gostaria de mostrar minha literatura para o mundo”.

 

Quanto as suas obras, Marcelo Pereira disse que caso não consiga apoio na impressão aqui na região, batalhará para conseguir recursos para ir para São Paulo. “Vou bater de porta em porta nas grandes editoras. Sei que tenho escrito coisas boas e que eles vão gostar”.

1 Comentário

  1. Gilson Vasco disse:

    Bom dia, caro Marcelo,
    Como você percebeu me chamo Gilson Vasco, sou seu conterrâneo e escritor. Parabéns pela iniciativa!!
    Uma dica: Atualmente estou publicando pela Editora Viseu. “O mistério do Riacho Tijucuçu”, “Água – A fonte da vida pode secar?” e ” A fuga para o bosque enlevado”, são pela Editora Kelps e você pode encontrá-los aí na biblioteca pública de Wanderley. Viagens e traquinagens de Rocky Taylor é meu novo livro que já está sendo finalizado pela Editora Viseu. Enfim, o que quero sugerir é para você enviar uma cópia de uma de suas obras, sem compromisso, à Editora Viseu, para analise.
    https://www.editoraviseu.com.br/pt/

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br