Em Assembleia Integrada pelo reajuste e data base, servidores municipais lotam Plenário da Câmara de Barreiras

Publicada em 19/04/2017 às 10:22

Ascom Sindsemb

O Plenário da Câmara de Vereadores de Barreiras foi palco na tarde de terça-feira, 18, da maior assembleia integrada já realizada entre os servidores municipais de Barreiras. Mais de 800 servidores filiados ao Sindsemb, Sinprofe e Sind-Acs aprovaram a luta unificada em favor da pauta do reajuste salarial e data base 2017, e decidiram, como primeira ação, aguardar a reunião pré-agendada para quinta-feira, 20, quando o governo apresentará uma possível proposta de percentual. Também ficou decidido, que se não houver acordo, todas as atividades poderão ser paralisadas até que haja um posicionamento positivo para as categorias.

A consternação esteve presente durante toda a assembleia. Em diversos depoimentos foi possível perceber a insatisfação de cada um dos presentes, que reivindicavam a valorização do funcionalismo público, cobrando um posicionamento da administração pública, citando exemplo de vários municípios circunvizinhos que já cederam o reajuste e cumpriram a data base 2017, pagando o retroativo.

“Hoje foi um dia de representatividade, de luta e força sindical. Os sindicatos convocaram seus filiados que compareceram, participaram, decidiram e acima de tudo mostraram que estão cientes dos seus deveres e direitos. Estamos firmes nesse propósito, somos servidores destemidos, eficazes e a administração tem que dar o devido valor”, enfatizou a presidente Carmélia da Mata.

Os representantes do governo municipal, novamente apresentaram os balanço financeiro e a inviabilidade de conceder o reajuste, citando a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas os servidores foram enfáticos ao criticar as contratações e nomeações recorrentes em Barreiras. O secretário de finanças Marcelo Abreu, em diversos momentos foi interrompido e questionado sobre a resistência do prefeito Zito Barbosa em cumprir com a data base e propor um reajuste adequado ao funcionalismo.

“Em todas as citações do governo sobre o funcionalismo, ele ratificaram que somos o maior patrimônio do município. Diante dessa situação, desse imbróglio, eu questiono: a gestão municipal está valorizando e cuidando desse ‘patrimônio´?. Queremos sim, que nos respeitem e que abonem nossos direitos”, disse o servidor Jefferson Silva.
A presidente do Sinprofe, Arisangela Farias e o presidente do Sind-Acs, Luciano Pereira também estiveram à frente das deliberações. “Os discursos separatistas foram deixados de lado e deram espaço aos sentimentos de esperança e pactuação em favor dessa causa. Divididos não somos nada, unidos conquistaremos muito mais do que imaginamos”, afirmou a presidente do Sinprofe, Arisangela.

Com o resultado da reunião desta quinta-feira, cada sindicato irá informar aos seus filiados, através dos meios próprios de comunicação, as orientações quanto à realização de nova assembleia.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br