Cotegipe: Sanfoneiro é roubado e assassinado no povoado de Benfica

Publicada em 15/05/2017 às 08:01

Fonte portal aloalosalomao.com.br

O sanfoneiro Arnaldo Rodrigues dos santos, 75 anos, morreu há poucos metros do rio Grande, no povoado de Benfica, zona rural do município de Cotegipe, Oeste da Bahia. A vítima foi atingida com dois golpes de faca no peito.

Um filho de Arnaldo, o mecânico Helenilton Rodrigues Bonfim informou que seu pai tinha recebido R$ 6 mil reais, da venda de uma propriedade rural, e supostamente o mataram para roubar o dinheiro. “Quando foi morto, possivelmente se encontrava com esse dinheiro nos bolsos”, observou.

De acordo com relatos de testemunhas, horas antes de ser assassinado, o músico tinha tocado sanfona na “derrubada do mastro”, numa tradicional festa religiosa da comunidade. Em seguida saiu para o rio em companhia de um índio, que reside numa aldeia próxima, com quem bebeu e farreou o dia inteiro. “O viram indo com meu pai em direção ao local do crime”, completou.

A vítima conseguiu andar até a frente de uma residência, onde morreu sem qualquer atendimento médico. O caso será investigado pelo delegado Leonardo Almeida, que responde pela delegacia territorial de Cotegipe.

Arnaldo nasceu em Remanso/BA, mas se mudou para o distrito de São José do Rio Grande, município de Riachão das Neves/BA, com sua esposa Heleni Rodrigues de Bonfin, 70 anos, onde criaram seus cinco filhos.

O filho ainda ressaltou que, devido à idade, ele parou de trabalhar na agricultura e resolveu vender a propriedade rural, mas prometeu continuar exercendo a profissão de sanfoneiro. “Meu pai era muito tranquilo e querido na região. Ninguém esperava que fosse morrer desse jeito”, completou.

Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal do Complexo Policial de Barreiras e transladado para São José do Rio Grande, onde o sepultarão nesta segunda-feira, 15.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br