Ações da Codevasf levam desenvolvimento ao município de Bom Jesus da Lapa

Publicada em 30/10/2017 às 07:56

 

Ascom Codesvasf

Investimentos em infraestrutura hídrica, inclusão produtiva e irrigação realizados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) contribuem para o crescimento econômico e a melhoria da qualidade de vida da população de Bom Jesus da Lapa (BA), no Médio São Francisco baiano. Nos últimos seis anos, a empresa investiu cerca de R$ 50 milhões em ações dessa natureza. O município abriga a sede da 2ª Superintendência Regional da Companhia.

“A empresa investe nos 88 municípios do Médio São Francisco baiano, desde a agricultura irrigada até no fortalecimento da produção nas áreas de sequeiro. Bom Jesus da Lapa sedia o Projeto Formoso, por isso o alto investimento no município e o esforço da Codevasf para levar desenvolvimento integral a essa importante região”, explica o superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Harley Nascimento.

Entre as ações de infraestrutura hídrica está a implantação de sistemas de abastecimento de água nas comunidades rurais de Lagoa das Piranhas, Vila Batalha e Coroa do Chico, que beneficiam cerca de três mil pessoas e representam investimentos de quase R$ 6 milhões. Os sistemas são compostos por estruturas de captação, adutoras, estações de tratamento, reservatórios de acumulação, rede de distribuição e ligações domiciliares. Outro sistema está sendo construído na comunidade de Pedras e mais dois – Morrão e Rio das Rãs – estão em fase de elaboração de Termos de Referência para a realização do processo de licitação.

“A água tratada possui esse papel de trazer mais qualidade de vida para as pessoas da nossa comunidade. Uma boa água reflete diretamente na saúde dessas pessoas. E a Codevasf tem feito um grande trabalho aqui na região e tem trazido para a gente essa alegria de ter sido beneficiado com o abastecimento de água”, disse o líder comunitário Cláudio Pereira, na ocasião da inauguração do Sistema de Abastecimento de Água da comunidade quilombola de Lagoa das Piranhas.

Além disso, no período de 2011 até 2017, foram instaladas pela Codevasf na região de Bom Jesus da Lapa, cerca de 39.465 cisternas para captação de água das chuvas, para consumo humano. Essa ação foi empreendida no âmbito do programa Água para Todos e representa investimento de cerca de R$ 180 milhões; os benefícios alcançam aproximadamente 197,2 mil pessoas.

Ainda com o objetivo de promover segurança hídrica, foram construídos quatro barreiros nas localidades Cabeça do Boi, Duas Irmãs, Lagoa da Pedra e Mossorongo/Poço de Fora, beneficiando 108 famílias. O investimento foi de aproximadamente R$ 127 mil.

Desde 2016, já foram distribuídos cerca de 430 reservatórios de água e 34 mil metros de tubos que beneficiam cerca de duas mil famílias de comunidades locais. Também foram entregues 18 bombas submersas para o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Bom Jesus da Lapa) para uso em poços artesianos no interior do município, em benefício de 700 famílias.

Outros R$ 2,9 milhões foram investidos, desde 2012, na perfuração de 61 poços e instalação de outros 48 no município, atendendo cerca de 2,2 mil famílias.

 

Somente no ano de 2017, já foram investidos R$ 648,8 mil na construção e recuperação de 132 aguadas, atendendo quatro mil famílias. Até o final do ano, deverão ser investidos outros R$ 168 mil, que beneficiarão outras mil pessoas, com a construção de 24 aguadas.

Inclusão produtiva

Visando promover inclusão produtiva e geração de renda, a Codevasf estruturou associações de agricultores familiares de comunidades rurais com 31 kits de irrigação por gotejamento desde 2012, com investimento de aproximadamente R$ 20 mil. No mesmo período, a Codevasf investiu R$ 426,5 mil na implantação de 100 kits familiares de apicultura para associações de agricultores familiares da comunidade de Mossorongo.

Desde 2016, a Companhia também investiu cerca de R$ 800 mil para a aquisição de oito tratores agrícolas que servem a associações comunitárias rurais do município, beneficiando cerca de duas mil famílias. Desde 2012, já tinham sido entregues para associações e para a Prefeitura Municipal de Bom Jesus da Lapa diversos equipamentos e veículos, como motoniveladora, retroescavadeira, caminhão-pipa, caminhão basculante e usina móvel de asfalto.

 

 

“Os poços, aguadas, tratores, equipamentos de arranjos produtivos locais, além dos sistemas de abastecimento de água melhoraram a vida de mais de seis mil famílias do município somente nos últimos dois anos. A tendência é que haja mais investimentos no ano de 2017 e 2018, pois a Codevasf tem como responsabilidade o desenvolvimento do semiárido e sempre cumprirá sua missão com esforço e sentimento público”, ressalta o superintendente Harley Nascimento.

Formoso – No projeto público de irrigação Formoso, implantado pela Codevasf no município, foram investidos cerca de R$ 27,3 milhões desde 2012 em diversas ações, como drenagem, recuperação de canais e dos sistemas de automação e elétrico das estações de bombeamento, construção de oficina eletromecânica, entre outras. Do total de investimentos, cerca de R$ 1,5 milhão foi oriundo de emendas parlamentares direcionado para aquisição de equipamentos que estruturaram o Distrito de Irrigação, como roçadeira hidráulica, trator com arado fixo, carreta agrícola, entre outros.

“Nós temos 85 quilômetros de canais no perímetro. Para cobrir toda essa extensão, com imensa vegetação, não é fácil. Era um sonho conseguir operar com uma roçadeira particular, justamente porque é uma maneira mais prática e rápida para conseguir atender a essa demanda. O produtor merece que a gente consiga trabalhar com um equipamento adequado que consiga atender mais rápido as demandas. Fazer de maneira braçal é inviável, fica fazendo apenas paliativos, até porque antes de chegar ao final dos 85 quilômetros, onde já foi feito o serviço já está precisando novamente”, diz Enderson Souza, gerente-executivo do Distrito Irrigado Formoso.

Cerca de R$ 2,8 milhões estão sendo investidos na recuperação de mais de 76 quilômetros de vias internas do projeto para facilitar o deslocamento dos irrigantes e o escoamento da produção.

Os investimentos no projeto ajudaram a elevar o município à condição de maior produtor de banana do país. Por ano, são produzidos 188,9 mil toneladas de itens agrícolas no Formoso, principalmente frutas, gerando valor bruto de cerca de R$ 285 milhões e cerca de 23 mil empregos diretos e indiretos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br