Uma anedota verdadeira

Publicada em 20/11/2014 às 11:22

humberto

Por Humberto Pinho da Silva

Queixava-se, esta tarde, na cafetaria onde costumo merendar, meu amigo Silvério, que já não há gente honesta.

Para confirmar a asserção, ilustrou com o que lhe aconteceu há dias: Comprara, há anos, apartamento à beira-mar, para férias.

Nessa época, toda a família passava o mês de Agosto, na praia. Iam de automóvel, que colocava no aparcamento, que comprara.
As crianças esperavam ansiosas a época balnear. Divertiam-se imenso. Por vezes convidavam amiguinhos. A alegria transbordava.

O tempo passou. As crianças cresceram. Chegava Agosto e esquivavam-se: tinham que estudar; havia compromissos inadiáveis; que mais tarde iam com amigos…

Silvério envelheceu. Os filhos casaram. A mulher começou a sofrer de reumatismo…Meu companheiro de menininho foi deixando o carro esquecido na garagem.

Deslocavam-se de comboio. Ficava mais económico. O peso dos anos já não lhe permitia percorrer longas distâncias.

O aparcamento ficou vazio.

Como era ponto estratégico, começou a ser cobiçado por “ aventureiros”, que viram meio de usufruírem aparcamento gratuito.

Certa vez, o filho mais velho foi passar uma semana, na praia. Chegou e estacionou o carro.

Pela manhã encontrou bilhetinho:

Por favor, retire a viatura. Este lugar é meu.

Desgostoso, Silvério, resolveu alugar o espaço. Colocou no quadro do condomínio, aviso.

Decorrido semanas toca o telemóvel. Era senhora a solicitar autorização para colocar o carro, enquanto não alugasse o espaço. Tinha dois carros e só possuía um aparcamento.

Estupefacto, declarou que o espaço era para arrendar, como certamente sabia, pelo anúncio.

Meses depois, o filho foi com a esposa passar fim-de-semana à casa de praia. Chegou ao entardecer. Estacionou o carro no aparcamento.

Pela manhã, do dia imediato, encontro, na viatura, o seguinte aviso:

Retire o carro deste lugar, ou terei que chamar a polícia.

Parece anedota, mas infelizmente não é.

Assim vai o mundo… e a educação da nossa gente.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br