Dó Miguel diz que se for prefeito de Barreiras abrirá mão do salário e convoca entidades para defender a ideia

Publicada em 27/08/2015 às 06:34

do

Fonte portal muraldooeste.com.br

O pré-candidato a prefeito de Barreiras, Dó Miguel, causou polêmica ao anunciar que, caso seja eleito prefeito de Barreiras, abrirá mão do salario e trabalhará como voluntário. Em telefonema ao Mural do Oeste, ele reafirmou sua posição e acrescentou novos dados. Disse que o salário a que teria direito, caso seja o Prefeito de Barreiras, será depositado em um fundo gerido pelo Ministério Público, a Justiça, a Igreja, a OAB, a CDL e entidades beneficentes. “Este fundo terá a finalidade de socorrer os necessitados, aqueles que mais precisam, terá, na verdade, uma função social”, disse.

Em outro trecho da conversa ele convocou o recém-fundado Observatório Social de Barreiras para fazer parte deste esforço. “Recentemente o vereador Carlão disse que iria iniciar uma campanha objetivando diminuir o salários dos vereadores. Se um vereador, que conhece de dentro a situação, entende que é preciso diminuir o salário dos edis, nós da sociedade devemos apoiar a ideia. Isso vem ocorrendo em algumas cidades brasileiras. Entendo ser o tema relevante e a acredito que seria uma bela maneira do Observatório Social começar o seu trabalho em grande estilo, chamando a população para este debate”, destacou.

O pré-candidato disse que não esperem dele conivência com as velhas práticas políticas e que a população brasileira quer mudanças urgentes na forma e no conteúdo das eleições. “O povo começa a entender que não vale a pena negociar seu voto por qualquer coisa e depois ficar sem saúde, sem escola, sem lazer e sem perspectivas de melhoria de vida. É contra esta prática política nefasta que eu lutarei”, explicou.

5 Comentários

  1. Aldemir disse:

    É uma boa iniciativa e fica o exemplo pros demais.

  2. DESILUDIDO disse:

    O problema não é o salário que recebe e sim o que é roubado. Este país só tem jeito quando morcego doar sangue e o saci cruzar as pernas. Eu, prefiro o regime militar, é melhor viver ciente que não direito, do quer viver enganado com o direito que tem. Se tivesse pena de morte para políticos corruptos, em 20 anos o Brasil séria País de primeiro mundo. Se colocar os políticos Brasileiro para administrar o deserto do Saara em 6 meses falta área.

  3. Fabiana disse:

    Do que adianta abrir mão do salário e receber por outros meios ilícitos.

  4. Marlos Ribeiro disse:

    Ótima iniciativa. Isso demonstra que a intenção é salvar Barreiras do descaso e colocar ordem nas coisas.
    Mas o melhor mesmo seria igualar os salários do Prefeito, Vereadores e dos cargos nomeados aos salários dos professores municipais.
    Aí sim seria justo.

  5. Maurício disse:

    Ótima iniciativa, seria muito bom se todos agissem dessa maneira, ou que recebesse seu salário mas não desviasse nada do dinheiro público.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br