Embasa encaminha 3 toneladas de equipamentos para drenar água de cidades alagadas no Rio Grande do Sul
  • Compartilhe:

Além de bomba, flutuante, painel elétrico e tubos, a empresa encaminhou mais 48 mil copos de água para apoio às ações no estado

Ascom Embasa

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) encaminhou, nesta terça-feira, 28, um total de 3 toneladas de equipamentos como bomba, flutuante, painel elétrico e tubos que serão utilizados para a drenagem da água nas cidades ainda alagadas no sul do Brasil. Os equipamentos serão encaminhados para a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) que instalarão os equipamentos para executar os serviços. A empresa também enviou mais uma remessa de 1000 caixas com 48 mil copos de 200 ml de água envasada que poderão ser utilizadas pelas equipes da Defesa Civil, que estão apoiando os resgates nas cidades gaúchas.

Para o presidente da Embasa, Leonardo Góes, este é o momento de solidariedade em que a empresa disponibiliza a sua infraestrutura com técnicos capacitados para apoiar nesta missão, fundamental neste momento, para baixar os alagamentos das cidades. “Neste momento, também demonstramos a união das empresas públicas de saneamento, que em uma reforça tarefa, tem oferecido este apoio de infraestrutura e com profissionais para restabelecer os serviços prioritários para a população gaúcha, como o abastecimento de água”, afirma.

Os equipamentos estão sendo transportados pelo Exército, que está viajando de comboio desde Recife (PE) levando outras estruturas de apoio das capitais do Nordeste para o Rio Grande do Sul. Até enviar a estrutura para transporte, o gerente da unidade de manutenção eletromecânica da Embasa, Valmir Gonçalves dos Santos, explica que as equipes estão trabalhando ao longo da última semana, nos testes dos equipamentos, planejamento da logística, e com as tratativas junto aos técnicos da Corsan para atender esta demanda de emergência.

“Iniciamos a mobilização de logística interna para recolhimento dos equipamentos que estavam no campo, na captação do Joanes II e estação de tratamento de Salvador, e foi necessária a mobilização das equipes com caminhão-munck, retroescavadeira e camionetas para recolher e preparar os equipamentos para entregar ao Exército. Houve muita interação técnica e operacional sobre a utilização e montagem dos equipamentos que a Embasa estará enviando e sobre a melhor forma de como poderão ser aplicados operacionalmente os equipamentos no Rio Grande do Sul”, afirma.

Ainda no início da tragédia das enchentes no estado, a Embasa havia encaminhado a primeira remessa de 48 mil copos de água, em parceria com a Azul, e nesta nova entrega contou com o apoio dos Correios e do Corpo de Bombeiros. Dentre os materiais da Embasa encaminhados no comboio do Exército estão: uma balsa flutuante de 1000 kg, motor com peso de 970 kg, rotor da bomba de 100kg, bobina de cabo elétrico de 400kg, painel elétrico de 100kg, mangotes de 400kg e 30m de Kanaflex.

Jornal Nova Fronteira