Unidades de saúde de Barreiras recebem equipamentos médicos adquiridos com doações de produtores rurais

Publicada em 29/04/2020 às 09:14

O Hospital Municipal Eurico Dutra, unidade de saúde destinada ao atendimento das pessoas contaminadas pelo Covid-19 em Barreiras e nos municípios da região Oeste da Bahia, recebeu na tarde ontem, 28, equipamentos médicos para ajudar no combate da pandemia. O Hospital do Oeste e a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Santa Luzia também foram contemplados.

No total foram arrecadados junto a agricultores e pecuaristas da região, mais de R$ 200.000,00. Com esses recursos foram adquiridos monitores Multiparamétricos – Cardio e Oximetria que servirão tanto para casos leves e moderados dos pacientes. Esses monitores também poderão ser utilizados em conjunto com os respiradores nos casos mais graves, o que atenderá a manutenção da vida dos doentes.

Além dos monitores foram repassados aspiradores pulmonares portáteis e testes de PCR da Covid-19.

A mobilização para arrecadar fundos teve início depois que o vice-presidente da Associação dos Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste), o pecuarista Antonio Balbino de Carvalho Neto, preocupado com os riscos que a saúde e a economia regional passariam em função da pandemia, iniciou uma campanha de conscientização junto aos diretores da Acrioeste e demais entidades ligadas ao agronegócio. Foram contatas as diretorias da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras (SPRB), além da Federação de Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB), entre outras. Essas entidades, em alinhamento e participando do Comitê Interinstitucional de Crise do COVID-19, grupo que foi instituído através dos Decretos 54/2020 e 55/2020 da Prefeitura de Barreiras que conta com administradores de Sistemas de Saúde Pública, Promotores Públicos, Médicos, Diretores de Instituições Acadêmicas Públicas e Privadas deram início a campanha que resultou na aquisição desses equipamentos repassados para as unidades de atendimento médico.

Os 20 monitores Multiparamétricos adquiridos serão repassados em comodato. Dez deles foram destinados ao Hospital Eurico Dutra, cinco para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e outros cinco para o Hospital do Oeste.

De acordo Antonio Balbino, essas doações atendem parte das necessidades daquilo que não sabemos ainda até onde vai. “Conseguimos aquilo que estava disponível no mercado. O objetivo era adquirir respiradores, mas o mundo todo também está em busca do mesmo produto, o que dificultou a compra. Acreditamos que parte do problema foi atendido, mas não pretendemos parar por aqui. O setor agropecuário continua unido e vamos tentar suprir essas necessidades”, disse o pecuarista.

Balbino fez questão de ressaltar a participação da Acrioeste neste processo. “A necessidade de colaboração neste momento de crise foi abordada numa reunião de diretoria da associação. Posteriormente entramos em contato com as demais entidades ligadas ao agronegócio e a partir daí foi tomando corpo. Cada um foi fazendo sua parte e as doações começaram a aparecer. A Aiba, através do Instituto Aiba (IAIBA), disponibilizou uma conta bancária para receber essas doações e aí as coisas aconteceram muito rápido, mostrando o engajamento e solidariedade da classe produtora do Oeste. Essa articulação foi muito importante, não só pelo aconteceu, mas pelas ações que podem ser necessárias para o enfrentamento dessa guerra contra um inimigo invisível”, reforçou o vice-presidente da Acrioeste.

O produtor rural José Alípio da Silveira, com fazenda em São Desidério, comentou que essa pandemia pegou todo mundo de surpresa. “Estávamos iniciando o período de colheita e naquele primeiro momento não tínhamos muito o que fazer. Posteriormente fomos procurados por Balbino pedindo nossa colaboração e prontamente nos colocamos à disposição. Podemos encontrar dificuldades em estar presencialmente devido o distanciamento imposto, mas podemos ajudar financeiramente. Sabemos que dentro deste contexto o que mais vale é a agilidade nas ações, evitando-se a burocracia existente no setor público. Agimos pensando não só em nossa família, mas nos nossos colaboradores, nos nossos amigos e na população em geral”, enfatizou José Alípio, ressaltando a necessidade de permanecer unidos até passar essa pandemia.

O diretor do Hospital Eurico Dutra, o médico Rodrigo Melo comemorou a chegada desses equipamentos. “Esse material recibo nos ajudará em muito na assistência dos pacientes, não apenas nesse momento de Coronavírus, mas posteriormente em outras situações. O Eurico Dutra já vem sendo estruturado pelo prefeito Zito Barbosa, que não tem medido esforços para equipá-lo visando a preservação de vida dos barreirenses. Acredito que todos que fizeram suas doações, independentemente do valor, foram guiados por Deus nessa ação tão nobre. O Eurico Dutra tem dez leitos de clínica médica e dois de sala vermelha e esses equipamentos são importantíssimos para mantermos os pacientes monitorizados. Anteriormente os pacientes eram monitorizados via ação humana, feita pelas enfermeiras, agora será possível realizar esse acompanhamento por intermédio desses monitores e a equipe médica vai saber se o doente está melhorando ou não”, concluiu o diretor do hospital.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br