6 excelentes razões para assistir Death Note

Publicada em 21/11/2021 às 15:23

Embora o tempo tenha passado, ainda nos livramos do gosto ruim em nossas bocas que a versão Netflix do Death Note nos deixou. Não apenas porque é radicalmente diferente da história de Tsugumi Ōba, mas porque tanto o desenvolvimento da história quanto os próprios personagens não convenceram. Então, hoje queremos voltar um pouco e falar sobre a gloriosa versão, anime do ano 2006. Hoje trazemos para vocês 12 motivos pelos quais vocês deveriam vê-lo.

1) Um protagonista que move a história

Light Yagami tem uma posição muito boa como protagonista. Ele não é apenas carismático e charmoso, mas também tem a motivação e a vontade de levar a história adiante. Não é que as coisas aconteçam com ele, mas que ele faz as coisas acontecerem. É verdade que o notebook é concedido a ele, mas sua atitude, em comparação com sua versão do Netflix, é muito melhor. Basta olhar para a reação dele ao encontrar Ryuk.

2) Os primeiros capítulos são intensos

Os primeiros capítulos são sempre muito importantes para a trama. Se eles não forem bons, simplesmente não continuamos assistindo. É preciso apresentar informações e, ao mesmo tempo, gerar expectativa para o que vai acontecer. Death Note faz isso com maestria, pois nos mostra um Light Yagami entediado com a podridão do mundo, sendo o aluno brilhante que já é um Ryuk disposto a fazer o que for preciso para se divertir um pouco. Quando Light pega o notebook, é interessante vê-lo experimentar e aprender como funciona. Mas o melhor, você vai concordar comigo, foi a primeira aparição de L no capítulo 2. O que nos mostra que as coisas não serão tão fáceis para o protagonista.

3) Um antagonista para combinar

Os rivais às vezes são mais caros do que o próprio protagonista. Mas L leva isso para outro nível. Seu carisma e inteligência o levaram a se tornar um dos personagens mais conhecidos e apreciados da história, não só na anime, mas na ficção. É sempre impressionante e divertido ouvi-lo explicar suas deduções enquanto comia doces da maneira mais criativa.

4) Uma mensagem profunda

É divertido assistir aquelas séries “desligue seu cérebro e divirta-se”, mas se é isso que você está procurando, temo que Death Note não seja sua melhor opção. Não só é preciso muita atenção para entender as estratégias que os personagens usam para se pegar, mas a própria história esconde uma reflexão profunda sobre o que é bom, o que é mau, a natureza humana, a justiça e os métodos válidos para alcançá-la.

5) Poucos capítulos

Muitos, quando éramos jovens, assistiam a animes de longa duração que nos acompanhavam à medida que crescíamos, como Dragon Ball ou Naruto. Mas não somos mais aquelas crianças de 8 anos que poderiam passar a tarde inteira assistindo Goku cortar seu mandarim em fatias antes de descobrir como derrotar o vilão de plantão. Se você está com pouco tempo e quer uma boa história para ver do começo ao fim, Death Note a oferece em 37 capítulos. Direto ao ponto, sem pouso e sempre emocionante.

6) Shinigami 

Não acho que ninguém aqui vai questionar que o desempenho de Willem Dafoe como Ryuk foi a melhor coisa sobre a adaptação do Netflix. Mas os shinigamis do anime também têm os deles. É impossível não rir dos gracejos de Ryuk às vezes que deveriam ser sérios. Até mesmo um deles, Rem, tem algum desenvolvimento de personagem. Além disso, a adaptação do trabalho de Oba nos dá alguns vislumbres do mundo shinigami. Eles são engraçados, carismáticos, espirituosos e definitivamente roubam o show.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




Enter Captcha Here :

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br