Celebração em Salvador marca homenagens pelos 65 anos das Obras Sociais Irmã Dulce
  • Compartilhe:

Missa no Santuário Santa Dulce dos Pobres irá reunir, no próximo domingo, às 8h30, milhares de devotos e demais admiradores da vida e obra da primeira santa brasileira

Ascom OSID

No próximo domingo, 26, uma das mais conceituadas instituições filantrópicas do país irá completar exatos 65 anos de existência. Fruto da trajetória de amor e serviço da primeira santa brasileira, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) chegam em 2024 respondendo pelo acolhimento de mais de 3 milhões de pessoas por ano na Bahia, incluindo pacientes oncológicos, idosos, pessoas com deficiência e com deformidades craniofaciais, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas, crianças e adolescentes em risco social, entre outros públicos. Para celebrar a data, que marca também o aniversário natalício de Irmã Dulce, milhares de devotos e demais admiradores da vida e obra do Anjo Bom estarão reunidos no domingo, às 8h30, para uma Missa em Ação de Graças no Santuário Santa Dulce dos Pobres, localizado em Salvador (Avenida Bonfim).

Fundada a partir de um simples galinheiro, ocupado pela religiosa baiana com os primeiros 70 doentes, a OSID abriga hoje um dos maiores complexos de saúde do Brasil com atendimento 100% gratuito – alcançando, somente no ano passado, a impressionante marca de 6,6 milhões de procedimentos ambulatoriais realizados no estado. “As Obras Sociais Irmã Dulce são a tradução fiel da caminhada de amor ao próximo do Anjo Bom; legado esse marcado principalmente pelo acolhimento ao pobre, ao doente, ao mais necessitado”, ressalta a superintendente da instituição e sobrinha de Santa Dulce, Maria Rita Pontes. Além dos devotos, a celebração no Santuário contará também com a participação de profissionais, pacientes, voluntários, estudantes e religiosos da instituição.

Vidas transformadas – Com um perfil de serviços único no país, a entidade baiana é referência nas áreas da Saúde, Assistência Social, Pesquisa Científica, Ensino em Saúde e Educação. Seja nos hospitais situados na capital ou no interior do estado, ou nos demais núcleos de atuação, os valores vivenciados por Santa Dulce dos Pobres estão nos pilares do atendimento prestado pela organização filantrópica. Um exemplo disso é o Centro Educacional Santo Antônio (CESA), núcleo de educação da OSID que acolhe hoje mais de 900 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. “O CESA nasceu como um orfanato no qual Santa Dulce abrigava meninos sem referência familiar. Em 1994, tornou-se uma escola em tempo integral, com um modelo de ensino que engloba do primeiro ao nono ano, além de oferecer acesso à arte-educação, assistência odontológica, alimentação, atividades esportivas, fardamento e material pedagógico gratuitos”, explica Maria Rita.

Para manter toda essa rede de acolhimento, a superintendente da OSID destaca a importância das doações e da participação de todos nas campanhas em prol da entidade. “A ampliação do atendimento prestado pelas Obras Sociais Irmã Dulce ao longo das décadas, principalmente com a implantação de novos serviços na área da Saúde, torna ainda mais vital o apoio de toda a sociedade através das doações, para que a instituição siga cuidando daqueles que mais precisam. Como dizia Santa Dulce dos Pobres: ‘Quando cada um faz um pouco, o pouco de muitos se soma’”. Para doar à OSID, basta acessar o site doe.irmadulce.org.br ou ligar para a Central de Relacionamento com o Doador, no telefone (71) 3316-8899, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30.

Jornal Nova Fronteira