The Hives: a banda que fez a primeira turnê mundial online da história

Publicada em 05/05/2021 às 14:09

Grupo sueco pretende fazer história durante a pandemia e mudar forma como consumimos entretenimento

Foto reprodução Site Oficial

 Apesar do avanço na vacinação em diversas partes do mundo, a pandemia causada pelo novo coronavírus está longe de ser totalmente controlada. Com algumas exceções, como a Nova Zelândia, a maioria dos países têm adaptado o modo como vive para que o impacto da covid-19 não continue de maneira tão severa, já que a doença está em nossa rotina há mais de um ano.

Um dos setores que mais precisaram se reinventar foi o de shows e eventos. Sem aglomerações, bandas e músicos precisaram fazer lives para ganhar alguma renda e interagir com o público. Todos pensaram que a situação era passageira, mas com a continuidade da pandemia, o setor está precisando se mover e apresentar novas alternativas. Com isso, a novidade apresentada pela banda sueca The Hives abalou o cenário mundial da música.

O grupo de punk criado em 1994 e um dos principais da cena no mundo realizou uma turnê online com shows para diversas cidades do mundo. Todos queriam uma entrevista com os The Hives para que os integrantes pudessem explicar qual o peso de realizar a primeira turnê mundial online da história. Não foram apenas lives esporádicas. Foram shows completos, com estrutura de show presencial, tudo para que os fãs e consumidores pudessem aproveitar ao máximo.

“Por causa das ‘circunstâncias’, nós recentemente nos encontramos em uma situação severa de déficit de rock ‘n’ roll. Mas isso não vai ficar mais assim. Estamos ansiosos demais para fazer rock ‘n’ roll com vocês no mundo inteiro e não queremos que seja mais uma “livestream íntima” de moletom na sala de estar. Com vírus ou sem vírus, nós ainda estamos com tudo no show business! Nós queremos tocar para pessoas e lugares específicos, não para o todo mundo no geral. Nós queremos fazer uma turnê!”, comentou o grupo na ocasião.

 

Os shows foram transmitidos de um bunker na Suécia, fechado e totalmente livre da covid-19. Todos os participantes, entre músicos, produtores e equipe técnica foram testados para evitar que o vírus entrasse no local e prejudicasse a “turnê mundial”.  Para a interação com os fãs, fãs enviaram mensagens de áudio para serem tocadas em tempo real, como se tivesse uma multidão gritando.

As cidades contempladas com as apresentações foram Londres, New York, Sydney e São Paulo. Todas as entradas foram negociadas pela internet e, de acordo com os envolvidos, tudo funcionou perfeitamente. Além das mensagens de áudio, os fãs puderam fazer ligações ao vivo para os músicos e puderam também palpitar no setlist da banda para as apresentações.

Nos 20 anos desde a explosão do The Hives ao redor do mundo, eles esgotaram estádios e dividiram palcos com todos, desde AC/DC ao The Rolling Stones. A BBC reconheceu a banda como uma “força da natureza” em reportagem publicada recentemente.

A revista Rolling Stone citou ‘Veni Vidi Vicious’ um dos Top 100 álbuns da década e “Hate To Say I Told You So” ganhou um lugar no Top 500 Músicas dos anos 2000. Eles já venderam milhões de álbuns no mundo inteiro. Após a turnê virtual no começo de janeiro, a banda segue fazendo apresentações esporádicas na internet. Há duas semanas, o grupo punk fez sucesso no festival Pal’Norte, sediado na Cidade do México.

entrevista com os The Hives

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br