Morador de Canápolis está internado em Goiânia com suspeita de ‘Vaca Louca’

Publicada em 20/02/2015 às 10:27

paciente

Fonte G1.com

Um homem de 61 anos, diagnosticado com doença priônica, grupo do qual faz parte a doença da vaca louca, está internado no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia. O paciente, que é de Canápolis, Oeste da Bahia, recebe tratamento na unidade desde a última sexta-feira, 13, informou a infectologista e gerente médica do HDT Analzira Nobre da Costa.

“Ele está doente desde abril, já passou por vários hospitais e agora veio para cá”, explica. A médica afirma ainda que a enfermidade não tem cura, apenas tratamento sintomático.

Esse tipo de doença neurológica degenerativa é rara e afeta os príons, que são proteínas animais presentes no cérebro. A enfermidade altera o sistema nervoso, provocando, por exemplo, espasmos musculares e demência.

A transmissão dessa doença em humanos pode acontecer por meio de contaminação cirúrgica, pelo consumo de carne bovina de animais contaminados, de forma hereditária ou de maneira esporádica.

Segundo a infectologista, no caso do paciente internado no HDT, a doença possivelmente foi transmitida de forma esporádica ou genética, já que, para se considerar a transmissão por carne, teria de ser identificado o agente em vaca, o que não aconteceu até o momento.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br