Barreiras comunica o 45º óbito decorrente da Covid-19

Publicada em 16/08/2020 às 18:07

Fonte Dircom

Apesar do empenho e dedicação dos profissionais de saúde, Barreiras registrou neste sábado, 15, o 45º óbito em decorrência da Covid-19. O paciente de 79 anos que tinha hipertensão e diabetes, foi internado no Pronto Atendimento Coronavírus, no Hospital Municipal Eurico Dutra no dia 10 de agosto, sendo transferido em seguida para o Hospital do Oeste e devido as complicações da Covid-19 não resistiu e veio a óbito.

Nesse momento, a Secretaria de Saúde se solidariza com familiares e amigos do paciente, reafirmando a defesa pela vida e mantém todos os esforços necessários na promoção da assistência médica a todas às pessoas que venham necessitar de atendimento acometido pela Covid-19 no município de Barreiras.

Em tempo, reforça o apelo à população que redobre os cuidados no enfrentamento ao novo Coronavírus, tomando todas as medidas possíveis para frear a propagação do vírus através do cumprimento dos decretos municipais, distanciamento social, evitando aglomerações, fazer o uso obrigatório de máscaras e a higienização das mãos sempre que necessário.

6 Comentários

  1. Neto Queiroz disse:

    Camila não é só em Barreiras q não testa é no Brasil inteiro, Moro em São paulo e tbm tem suas dificuldades de testagem, tive covid e em nenhum momento me passaram cloroquina, tomei AZTROMICINA E. LORATADINA.

  2. Camila de Souza Santos disse:

    Não faz teste…eu tive todos os sitomas e estou em monitoramento no dizer deles…e nunca veio aqui fazer nada..hj tem 17dias estou sentindo tontura….e febril…

  3. Eliene sena disse:

    Em barreiras não faz teste de covid . só interna a pessoa na hora da morte. Se quiser fazer o teste temos que pagar uma amiga minha teve que pagar o teste isso e um absurdo eles manda a pessoa pra casa doente sem fazer o teste.

  4. Valdeci Rodrigues Medeiros disse:

    De Brasília DF

  5. Valdeci Rodrigues Medeiros disse:

    Muito bom ter notícias de Barreiras

  6. Vilson Roque Ribeiro Lemos disse:

    Eu vejo que estamos perdendo tempo esperando que o paciente vá até uma das unidades de saúde prá constatar a contaminação. Precisamos ir para combater. Começando nos bairros de maior índice contaminação, a testagem rápida, sendo diagnosticado pela testagem rápida a pessoa entrará em quarentena para ser administrado o protocolo de remédio ( cloroquina ivermectina e a azitromicina zinco corticóide) dentro da acompanhamento médico. Esse vírus vai caí a zero. E a igreja estará sempre orando prá que tudo dê certo.

Deixe o seu comentário!

Cancelar Resposta

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br