Barreiras: Psol denuncia deputada Kelly Magalhães

Publicada em 19/12/2014 às 07:37

kelly

Ascom Psol

A deputada estadual, não reeleita, pelo PCdoB de Barreiras, Kelly Adriana Magalhães, deve se tornar ré no processo de Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposto pelo Psol (Partido Socialismo e Liberdade – Barreiras) ao MP-BA, pela realização criminosa de Showmício nas eleições de 2014.

No dia 29 de setembro, em plena campanha eleitoral, a deputada organizou na casa de eventos “Kstelo” o “Sarau JK”. Na oportunidade, principalmente os universitários de Barreiras foram aliciados a “ouvirem música boa e baterem um papo franco e direto com Jusmari Oliveira e Kelly Magalhães”, candidatas a deputada federal e estadual, respectivamente (JK).

Pelas redes sociais e pelo aplicativo telefônico WhatsApp, os jovens foram informados dos pontos de busca. A partir das 18 horas, uma van adesivada com fotos das candidatas buscou os estudantes na Praça Castro Alves, na Universidade Federal do Oeste da Bahia e em outras instituições de ensino e pontos de ônibus em Barreiras.

Na casa de shows, a deputada estadual Kelly Magalhães, que chegou em carreata com diversos prepostos, foi a única a discursar com os presentes, já que a, então, candidata Jusmari Oliveira, também não eleita, não se fez presente ao evento, que foi finalizado com a apresentação de um músico de Barreiras e com distribuição de bebidas alcoólicas.

A realização de showmício ou evento assemelhado, como o Sarau JK, é pratica vedada pela Resolução 23.404, em seu artigo 10, § 4º, do Tribunal Superior Eleitoral, que serve de instrução normativa para as campanhas eleitorais.

Junto a denúncia protocolada no Ministério Público, o Psol anexou fotos e vídeos que podem narrar visualmente todo o fato. Desde a convocatória, a busca dos estudantes em ponto de ônibus e dentro do campus da Universidade, até vídeos da carreata com a chegada da deputada no Kstelo, vídeos com trechos do seu discurso e da apresentação musical após. Além de inúmeras fotos que comprovam a distribuição de bebida alcoólica.

O Partido Socialismo e Liberdade fez a denuncia com a convicção de que tais práticas políticas são inaceitáveis e devem ser coibidas, tanto pela justiça como pela população. É necessário aguardar os encaminhamentos judiciais, mas sempre alertas em relação ao que ocorre ao nosso redor e contribuí para a manutenção de um modelo político nefasto.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br