Violência em Barreiras é maior que na cidade de São Paulo

Publicada em 16/04/2015 às 10:08

crime

Da redação JornalNF

Enquanto na capital paulista, que tem uma população superior a 12 milhões de moradores e que estampa diariamente os noticiários nacionais no quesito violência, uma pessoa morre num universo de 10.204 mil habitantes, em Barreiras a situação pode ser considerada caótica. Na maior cidade do Oeste da Bahia, com população estimada em 150 mil moradores, uma morte violenta, com características de execução, acontece a cada 5.769 habitantes, ou seja, quase o dobro que na capital da garoa.

Se em Barreiras a situação pode ser considerada fora de controle, o que dizer da vizinha cidade de Luís Eduardo Magalhães, denominada ‘capital do Agronegócio’, que com população calculada em 80 mil habitantes e com 19 homicídios registrados em 2015, contabiliza uma morte violenta a cada 4.210 moradores. Uma verdadeira carnificina e olha que tem paulistano procurando cidades como Barreiras e Luís Eduardo Magalhães para morar alegando que não suportam mais tanta criminalidade. Como já dizia o famoso detetive inglês Sherlock Holmes (criado pelo médico e escritor Sir Arthur Conan Doyle) ao seu fiel escudeiro, ‘ledo engano meu caro Watson’. Agora durma-se com com uma violência dessas.

2 Comentários

  1. Cleber disse:

    enquanto estiver morrendo bandido legal (y)
    o bom e qui eles msm si acabam

  2. jose disse:

    isso não que dizer nada… se em catolândia morrer 6 pessoas assassinada ela, será considerada matématicamente com mais violenta do mundo. de acordo o tamanho da população da cidade. e na prática sabemos que não é.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br