Vigilante é morto a tiros durante assalto em comércio de Barreiras

Publicada em 21/06/2015 às 19:15

O vigilante da Cootrans, Gilberto Alves dos Santos, 40 anos, foi morto com dois tiros na cabeça, perto do meio-dia deste sábado, 20, na Avenida Barão do Rio Branco, na divisa dos bairros Vila dos Funcionários e Vila Amorim, em Barreiras, Oeste da Bahia.

De acordo com a Polícia Militar, ele teria chegado para comprar refrigerante na empresa ‘Balcão Distribuidor de Bebidas’, no momento em que dois homens assaltavam os proprietários do comércio. Suspeita-se que tenha sido confundido, como sendo policial, porque usava uma camiseta da V corrida Tiradentes, com impressão do brasão da Polícia Militar da Bahia, na parte frontal.

Segundo testemunhas, os bandidos abordaram o comerciante Cicero Falcão de Melo, 52 anos e seu filho Paulo Ricardo Albuquerque de Melo, 26 anos, dentro do comércio e levaram para sua casa, onde também renderam a filha do comerciante, de 20 anos. Os infratores estavam armados com dois revólveres, desferiram coronhadas na cabeça de Paulo e fizeram chantageavam e severas ameaças para abrirem o cofre.

assassinato1

Um dos assaltantes identificado por Rodrigo Leal da Silva foi lesionado com um tiro na perna esquerda, durante a tentativa de fuga e terminou preso em flagrante pelo Ceto/Pelopes nas proximidades do crime, com um revólver de calibre 38. A PM encaminhou o suposto homicida para a delegacia, após receber atendimento médico no Hospital do Oeste. O outro de apelido ‘Lú’ saltou o muro da empresa CBV e desapareceu.

assassinato2

Na ação a dupla teria roubado todo o dinheiro do cofre, além de pertences da residência. Um adolescente de 14 anos, sobrinho do vigilante, testemunhou o assassinato. Ele afirmou que pelo menos um dos tiros partiu da arma de Rodrigo. “Eu percebi um tiro, que partiu da arma do mais alto e branco”.

O oficial de Operações da Polícia Militar, Ten. Medeiros informou que policiais integrantes da 84ª CIPM estão realizando buscas com a finalidade de localizar o foragido e adotaram os procedimentos necessários para resguardar o cenário do crime, que poderá ser considerado como latrocínio (Roubo seguido de morte).

Rodrigo, natural de Brejões/BA, declarou ser morador do bairro Arboreto II e seu comparsa da Invasão do Salsicha. A Polícia Civil de Barreiras vai investigar a morte.

Ao receber a notícia do assassinato, a esposa de Gilberto passou mal e foi socorrida para o Hospital do Oeste. Ela está grávida de quatro meses. Eles estavam casados há três meses e moravam no bairro Vila dos Soldados.

O corpo do vigilante foi transladado para o Instituto Médico Legal, na ambulância de uma empresa privada, haja vista que, os dois rabecões existentes em Barreiras, apresentam-se com defeito mecânico há vários dias.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br