São Desidério: Polícia prende acusado de matar professora para roubar

Publicada em 21/10/2015 às 14:33

professora

Fonte portal aloalosalomão.com.br

Ontem, 20, após a notícia do desaparecimento de Edileuza Azevedo de Souza, o delegado Carlos Ferro, acompanhado de policiais civis de São Desiderio, realizaram diligências que culminaram na prisão em flagrante de Quelyson Gonçalves de Abreu Souza. A operação policial contou com apoio incondicional de policiais integrantes da 11ª Coorpin de Barreiras, que identificaram em minuciosos detalhes, a materialidade e autoria do crime de latrocínio.

O autor não só confessou a ação delitiva, como apontou onde havia ocultado o corpo da vítima, e principalmente, indicou os locais onde havia deixado os pertences da mesma. “Não poderia deixar de agradecer aos delegados Joaquim Rodrigues e Carlos Freitas, que de pronto, encaminharam ao local, os policiais civis da 1ª DT de Barreiras e da Coordenadoria, garantindo não só a integridade física do preso, mas também a coleta de provas”, comentou Carlos Ferro.

professora1

A professora desapareceu na segunda-feira, 19, ao sair para dar aula em uma escola pública do povoado de Perdizes, zona rural de São Deisidério, Oeste da Bahia.

O criminoso é desertor da aeronáutica e era casado com uma sobrinha de Edileuza, a quem matou para roubar.

2 Comentários

  1. JORGE APARECIDO QUEIROZ disse:

    SE HOUVESSE PENAS MAIS RIGOROSAS NESTE PAIS, COM CERTEZA CRIMES COMO ESTE NAO OCORRERIA, POIS ESTES FACINORAS SABEM QUE EM POUCO TEMPO ESTARAO EM LIBERDADE, QUE PESE TODO O TRABALHO POLICIAL MUITO BEM FEITO, MAS A JUSTIÇA NESTE PAIS E UMA PIADA.

  2. JOSEMAR QUEIROZ DOS SANTOS disse:

    quanta maldade.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br