Polícia tenta identificar mulher morta em Formosa do Rio Preto

Publicada em 19/01/2016 às 08:08

mulher

Fonte portal aloalosalomão.com.br

A polícia civil tenta identificar uma mulher encontrada morta na manhã desta segunda- feira, 18, em um matagal na zona rural de Formosa do Rio Preto, Oeste da Bahia.

A vítima estava nua e com sinais de espancamento. Uma pessoa que passava perto do local acionou a polícia militar, que isolou a área até a chegada da perícia técnica e o rabecão para remover o corpo ao Instituto Médico Legal do Complexo Policial de Barreiras, onde passou por necropsia.

3 Comentários

  1. Dirson Funaro disse:

    Siraldo, infelizmente esse vai ser mais um caso de estatística, quem não se lembra do caso Amarildo no RJ, se fosse em um país sério poderia ser diferente…

  2. jose bonfim disse:

    Siraldo, concordo com voce que a sociedade realmente esta se tornando cada vez mais capitalista, mas assim, isso nao significa desvantagem mais uma vantagem porque o capitalismo gera crescimento, se voce trabalha duro vc e reconhecido. So que acontece que o problema nao e isso o problema e que a grande maioria das pessoas sao ignorantes nao sabe falar nao sabe conversar e muito MENOs cobrar nossos direitos. Entao o sistema politico/economico em si que vc menciona nao tem nada haver. Oque falta e conhecimento consciencia respeito etc.. Espalhe isso por favo

  3. Siraldo. Silvino bomfim. disse:

    São inumeros os casos de impunidade em nossos pais. Principalmente. Quando se trata de negros, pobres. Marginalizados por uma sociedade cada vez mais capitalistas. Que esse caso de Poliana. Não seja só mais uma estatística. Que o verdadeiro assassino possaa pagar pelo o crime brutal que cometeu a essa mãe de família. Justiça.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br