Polícia abate ‘Gaivota’ na zona rural de Barra

Publicada em 24/02/2016 às 09:23

morto

Da redação JornalNF, com informações do portal aloalosalomão.com.br

O acusado de estupros, assassinatos, porte ilegal de arma de fogo, agressões físicas e roubos, na região Oeste da Bahia e no vizinho estado do Piauí, Jaelson Pereira dos Santos, 30 anos, vulgo ‘Gaivota’, foi abatido pela polícia por volta das 23 de ontem, 23, no distrito de Igarité, zona rural do município de Barra, Oeste da Bahia.

morto1

Gaivota estava acompanhado por uma mulher que também foi alvejada e morreu no local. Entre os últimos crimes atribuídos ao fora da lei e que chocou a sociedade regional está o roubo e estupro de duas mulheres na Fazenda Água Salgada, zona rural de Barreiras, fato ocorrido no último dia 19, oportunidade em que uma das vítimas estava grávida e a outra foi abusada na frente dos filhos. Antes de fugir com o carro de uma das vítimas, ele ainda matou um cachorro da fazenda.

O criminoso respondia a outros três Inquéritos policiais em Barreiras por roubos e estupros, município onde era casado e tinha três filhos. Na cidade de Corrente, estado do Piauí, o marginal estava sendo procurado desde 24 de junho de 2014, depois de violentar sexualmente três mulheres, mãe e filha, uma menor de 14 anos, além de uma idosa de 67 anos na zona rural daquele município. Na ocasião, uma delas o reconheceu, uma vez que seu aparelho celular foi encontrado em poder do maníaco.

Uma força tarefa foi montada para intensificar as buscas ao criminoso, com viaturas (carros e motos), tendo o reforço de policiais civis e militares da 83ª e 84ª CIPM, sediada em Barreiras, 85ª CIPM  de Luís Eduardo Magalhães e da 86ªCIPM  de Formosa do Rio Preto.

Mortes

O agente investigador de polícia Ari, plantonista da delegacia de Barra, informou que o corpo de Gaivota e da mulher, possivelmente sua companheira de convívio serão encaminhados para o Instituto Médico Legal do município. O policial não soube informar a identidade dela, nem detalhes sobre as circunstâncias das mortes. “Temos informações extraoficiais de uma troca de tiros, mas ainda não tenho como afirmar. Nossa equipe está indo para o local”, declarou.

O caso será apurado pela Coordenadoria Regional, que tem como delegado titular o bacharel em direito, Mirosvaldo Santos Menezes.

4 Comentários

  1. thiaguinho disse:

    so lamento

  2. Agnailton Pereira disse:

    Esse foi o grande vou da Gaivota, parabéns aos policiais e que assim seja com os outros que vierem atormentar a sociedade brasileira.

  3. Dirson Funaro-Cosos-Ba disse:

    Dez para a polícia que evitou que esse monstro chegasse nas mãos dessa lei brasileira “protetora de bandidos”, se isso acontecesse logo logo esse canalha estaria aterorizando novamente, é dez para a polícia e 0 para essas leis
    brasileiras e 0,5 para os políticos que fazem as leis….

  4. liriel disse:

    Esse já foi tarde por tanta maldade que fez

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br