Mulher perseguida e baleada morre a caminho do Hospital do Oeste

Publicada em 12/01/2016 às 09:29

assassinato

Da redação JornalNF, com informações e fotos do portal aloalosalomão.com.br

Neuracir Neura, 35 anos, morreu a caminho do Hospital do Oeste quando era socorrida por uma unidade do Samu, após ser baleada por um motociclista que a perseguiu por várias ruas do loteamento Bandeirante, município de Barreiras, Oeste da Bahia.

De acordo com informações de testemunhas, a vítima estava acompanhada por um filho menor de idade por volta das 18h30 de ontem, 11, quando o motociclista, suspeita-se que era o marido, a seguiu e efetuou diversos tiros de revólver contra o Fiat Strada que ela dirigia.

assassinato1

As testemunhas afirmaram ainda que perceberam a perseguição e ouviram os disparos de arma de fogo, quando se aproximaram, se depararam com as vítimas ensanguentadas na cabine do Fiat. As balas atingiram o garoto de raspão, mas Neuracir foi alvejada com pelo menos três tiros. O carro ficou com diversas perfurações nos vidros e lataria.

A polícia acredita que o autor dos disparos seja o marido da vítima, mas ainda não divulgou o nome. Durante a fuga, a condutora ainda derrubou o criminoso da motocicleta o atingindo com o carro, entretanto, ele conseguiu se levantar, pegou o revólver que havia caído e continuou atrás das vítimas até alcançá-las.

Desesperada ela subiu na calçada de uma residência ao tentar fazer manobra arriscada, parando perto de um muro onde ficou caída no colo do filho até a chegada da equipe de socorro.

Neura e o garoto foram encaminhados para o Hospital do Oeste, aonde a mesma já chegou sem vida.

1 Comentário

  1. A disse:

    Infelizmente o corpo da mulher foi violado do túmulo e ao ser jogado foi parar em cima do telhado de uma casa. O filho da vítima teve uma crise de asma e foi levado ao hospital.

    Um dia após ser enterrada ao morrer espancada pelo marido, vítima teve o corpo violado e retirado do túmulo pelo próprio acusado que amarrou o corpo numa árvore e deu cerca de 10 enxadadas sobre a cabeça dela. O filho do casal viu a cena, se revoltou e para limpar a memória da mãe, acabou dando uma rasteira, agrediu o pai e o segurou até a chegada da polícia.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br