Empresário é morto e eletricista fica ferido em atentado em Barreiras

Publicada em 26/04/2015 às 08:29

assassinato

Fonte portal aloalosalomão.com.br

O empresário Guido Paulo Fanzlau, conhecido por Guidão, 48 anos, morreu executado com vários tiros de pistola em frente ao bar do Marcelo, na tarde deste sábado, 25, no bairro Barreirinhas, em Barreiras, no Oeste da Bahia. Guidão estaria tomando cerveja ao lado do eletricista Flávio Lopes Sobrinho, 58 anos, que também foi alvejado na nuca e foi socorrido em estado grave para o Hospital do Oeste.

Segundo o perito Wagner Santos Silva Coelho, no local do crime foram encontrados dez projéteis de pistola 380. O corpo de Guido foi encaminhado pela equipe do Departamento de Polícia Técnica para o Instituto Médico Legal do Complexo Policial do bairro Aratu. Ele tem perfurações provocadas à bala no tórax, virilha, queixo, ombro e perna esquerda, que também estava aparentemente fraturada.

assassinato2

Testemunhas contam que após a execução, os autores de nomes não identificados, fugiram em um veículo Saveiro de cor branca, deixado estacionado na Avenida Aylon Macedo, na pista de acesso ao Centro da cidade.

assassinato1

As informações relatam que o atirador não deu oportunidade de defesa à vítima que caiu sobre a calçada em estado de óbito. Flávio supostamente estava na hora errada, no lugar errado e acabou sendo atingido. Ele chegou ao bar numa moto e a vítima fatal em um Fiat/Uno de cor branca.

Leonidas Pereira dos Santos, funcionário da polícia técnica local, informou que Guido era seu concunhado e morava do bairro Vila Regina, nas proximidades do 10º Batalhão da Polícia Militar. Também era sócio/proprietário da transportadora MGF.

O delegado José Romero conversou com o proprietário do bar, que deve ser arrolado como testemunha e adotou outros procedimentos de rotina. O caso será investigado, a partir de agora, pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que tem como titular a delegada Marineide Pires.

Esse foi o 27º assassinato registrado no município em 2015. A maioria deles teve característica de execução. “Estamos assombrados com tanta morte violenta. Estamos vivendo em uma cidade sem Lei e sem Justiça para os crimes”, comentou um comerciante que não quis se identificar.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br