Dó Miguel defende médicos brasileiros em entrevista na rádio Vale

Publicada em 20/03/2015 às 16:09

do

O pré-candidato a prefeito de Barreiras, Dó Miguel, deu entrevista a Rádio Vale do Rio Grande e criticou a forma como o governo Dilma vem conduzindo a Saúde e principalmente o programa Mais Médicos.

Segundo Dó Miguel o Brasil vem se destacando como um país de talentos na medicina e apresenta profissionais reconhecido internacionalmente. Ele citou como exemplo dois médicos barreirenses que hoje são referencias no Brasil e no mundo. “Dr. João, filho de Gerson Lima e Dr. Orlandinho, filho do ex-prefeito Herculano Faria e de dona Palmira. São médicos de Barreiras que fazem um trabalho extraordinário merecendo o reconhecimento nos países de primeiro mundo”, ressaltou.

Dó Miguel criticou o modelo de importação dos médicos cubanos por entender que o programa beneficia um governo que ele chamou de ‘ditador e sanguinário’. “Uma parte dos recursos do Mais Médico vai para o governo de Cuba, ou seja: o governo brasileiro desta forma ajuda a financiar uma ditadura que mantém centenas de presos e isso não é certo”, opinou o pré-candidato.

Dó Miguel cumpre uma maratona de compromissos durante todo o final de semana, visitando diversas famílias e costurando alianças para o processo eleitoral de 2016. “Saio de casa as sete horas da manhã e só retorno a noite, conversando com as pessoas e fazendo uma verdadeira catequese sobre o significado que a política tem na vida de todos nós e a forma responsável que todos nós devemos encarar a política pensando sobretudo no bem comum e no desenvolvimento de Barreiras, colocando a ética acima de tudo”, finalizou.

3 Comentários

  1. Juraci disse:

    Muito bem os comentarios ,a cima,qual e o medico brasileiro que que trabalhar em cidades isoladas,nem um vai e os cubanos vai, e mais os brasileiros que entraram no programa o governo mandou escolher onde queria ir trabalhar, tal vez o sr pre canditado nunca foi ao posto de saude publica precisando de uma consulta por isso tal vez esse e o motivo da critica.O governo federal pode ter seus de feitos mas esse programa ja estava mais que preciso.Nao iporta pra onde o dinheiro dos cubanos vai o serviço foi prestado .

  2. Antonio barbosa moreira disse:

    A tese do pre-candidato Do Miguel e, valida. Mas todos nos sabemos que, os medicos cubanos, estao chegando nos lugares mais remotos. O qual os nossos medicos Brasileiros, so trabalha nos grandes centros, e a periferia fica sempre a desejar. Sem contar que, ja tivemos casos de fraudes nos cartoes de pontos, aqui no estado de Sao Paulo.

  3. FERNANDO BRASIL disse:

    MEU CARO DÓ MIGUEL,

    SEI DA SUA VONTADE EM CHEGAR AO EXECUTIVO, TOMARA QUE CHEGUE, MAS CONVENHAMOS ONDE NÃO HÁ Concorrência NÃO HÁ QUALIDADE, ASSIM TAMBÉM É COM OS MÉDICOS, USAM E ABUSAM, SE TEM UMA COISA BOA NO GOVERNO FEDERAL É O ´ROGRAMA MAIS MÉDICOS, DEIXOU MUITO MÉDICO ARROGANTE HUMILDE

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br