Crime de homicídio em Cotegipe pode ter sido vingança

Publicada em 17/06/2015 às 08:37

homem

Da redação JornalNF, com informações e fotos do portal aloalosalomão.com.br

O tratorista Lindonvilson Alcantara dos Santos, 40 anos, morreu por volta das 22h do último dia 15, no povoado de Taguá, município de Cotegipe, Oeste da Bahia, ao ser baleado por um tiro de espingarda calibre 12 que atingiu seu pescoço e uma das mãos. O tiro foi desferido por um homem de prenome Juarez, que estava na porta da residência da vítima.

Adcelma dos Santos da Cruz afirma que o autor do tiro estava em companhia de um rapaz conhecido por Alan, acusado de ter cumplicidade com o homicida.

Segundo Irenilde Cavalcante Ribeiro, esposa de Lindonvilson, o crime foi motivado provavelmente por vingança. “Meu marido teve uma briga com Juarez há mais ou menos um ano e tinha sido jurado de morte por ele”, comentou.

Familiares do tratorista estão revoltados e surpresos com a atitude de Alan, que tinha grande afinidade com a vítima, inclusive morava com ele na mesma casa. “Fingia ser amigo do meu irmão, porque estava junto com Juarez na hora do crime. Então o consideramos como traidor”, revelou Adcelma.

O corpo da vítima deu entrada no Instituto Médico Legal do Complexo Policial de Barreiras onde foi necropsiado. O caso será investigado pela Polícia Civil do município de Cotegipe.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br