Bombeiro Militar é executado com vários disparos no centro de Barreiras

Publicada em 03/03/2017 às 07:52

Fonte portal aloalosalomão.com.br

O bombeiro militar João Batista da Silva, conhecido por ‘Jota Silva’, foi executado por volta das 17h15 desta quinta-feira, 02, ao ser atingido por tiros de pistola e espingarda, próximo ao semáforo entre a Avenida Severino Vieira e a rua Barão de Cotegipe, município de Barreiras, Oeste da Bahia.

Segundo informações colhidas no local pelo Tenente Partelli, o crime foi praticado por ocupantes de um Onix/Chevrolet, de cor branca, de placa não identificada, que interceptaram o veículo Golf, de cor branca, placa JST 8878, onde estava o bombeiro, que transitava no sentido praça Castro Alves.

O tenente ainda declarou que Jota Silva tinha saído a poucos minutos do quartel do Corpo de Bombeiros, onde cumprimentou companheiros da instituição e minutos após, recebeu a notícia do crime.

O Samu foi acionado, porém, ao chegar ao local do homicídio, já encontrou a vítima sem sinais de vida. Pelo menos seis cápsulas de pistola foram encontradas próximas ao automóvel do militar.

A delegada Marineide Pires, titular do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e o perito criminalista Mauro Medeiros iniciaram as investigações no local do crime. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal do Complexo policial do bairro Aratu.

2 Comentários

  1. tristeza 2 disse:

    Então bastou matar o então conhecido “Jota Silva” e alguém postar alguma coisa nas redes sociais e no wathssApp e logo alguém do alto escalão da policia militar se pronunciou. É lamentável que seja necessário atingir a base para que haja uma reação e o pior cego é aquele que não quer enxergar, o povo aumenta mas não inventa, este “Jota Silva” que não é o radialista e sim o policial bombeiro é do conhecimento de muitos que ele era um pombo sujo e que todos sabem que ele foi preso, que ele respondia por crime de assassinato e que mesmo assim continuava exercendo sua profissão, tanto é que quando foi assassinado. Ele havia saído do curso e dentro do carro dele estava seu caderno o que eu acho que independente de qualquer coisa ele praticou um crime ele tirou a vida de alguém, ele deveria ter perdido a farda e esta preso respondendo pelo seu ato agora vem falar que ele era gente boa muito conhecido na cidade, lógico que era, se o cara era mala sem falar no tal de Jair Soares outro pombo sujo ainda aparece gente para defender estes desgraçados que fizeram muitas Mães chorarem. Para com isso! É melhor quem está se doendo por estes marginais darem respostas pra sociedade Barreirense de tantos crimes sem respostas não vamos defender marginais só porque fazem uso de uma farda que eles não honram.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br