Riachão das Neves participa de oficina para atualização do mapa turístico da Bahia

Publicada em 23/03/2016 às 15:20

riachao

Ascom PMRN, com informações da Secom Bahia

A prefeitura de Riachão das Neves, cidade localizada no Oeste da Bahia, distante 915 km de Salvador, enviou a secretária de cultura, esporte, lazer e turismos, Cícera Souza, como representante do município para participar da oficina de atualização do mapa turístico da Bahia, realizada na última terça-feira 22 em Barreiras na sede do IFBA. Representantes de outras sete cidades do oeste da Bahia; Ibotirama, Barreiras, São Desidério, Barra, Correntina, Santa Rita de Cássia e Luis Eduardo Magalhães, também participaram do evento.

riachao1

A Secretaria de Turismo da Bahia (Setur) iniciou no dia 24 de fevereiro o programa de atualização do Mapa Turístico, incluindo a categorização das cidades que possuem atrativos para visitantes. Dos 417 municípios baianos, mais de 150 podem ser roteirizadas para a atividade turística, seja pela importância de suas praias, cachoeiras ou patrimônio histórico, arquitetônico e cultural.

As oficinas de atualização do mapa começaram por municípios que integram a Baía de Todos-os-Santos e prosseguem até 07 de abril. Assim, irão contemplar todas as zonas turísticas (Costa dos Coqueiros, Caminhos do Sertão, Costa do Dendê, Costa do Cacau, Caminhos do Sudoeste, Chapada Diamantina, Caminhos do Jequiriça, Costa do Descobrimento, Costa das Baleias, Caminhos do Oeste, Vale do São Francisco, Lagos e Cânions do São Francisco).

Na etapa posterior, os dados apurados serão remetidos ao Ministério do Turismo (MTur), a fim de que sejam consolidados no Mapa Turístico Brasileiro. “Este trabalho é importante porque vai orientar as políticas públicas de desenvolvimento”, explicou o secretário de turismo, Nelson Pelegrino, durante a abertura dos trabalhos, “Vamos consolidar informações para o aperfeiçoamento da gestão e otimização do uso de recursos públicos”.
A atualização do Mapa Turístico prevê a categorização dos municípios, de acordo com a portaria número 144, do Ministério do Turismo, de 27 de agosto de 2015. Devido à grande quantidade de municípios inseridos nas zonas turísticas, o MTur fixou critérios objetivos que traduzam a economia do turismo.

São quatro as variáveis para a classificação nas categorias A, B, C ou D: número de ocupação formal no setor de hospedagem; número de estabelecimento formal no setor de hospedagem; estimativa do fluxo turístico doméstico e a estimativa do fluxo internacional.

O secretário Nelson Pelegrino destacou o fato de o mapeamento oferecer perspectivas de resultados já em 2016, com a realização das Olimpíadas. A Tocha Olímpica Rio 2016 passará a noite nas chamadas ‘cidades celebração’, desde que façam parte de alguma Região Turística do Mapa do Turismo Brasileiro e que estejam categorizadas, com exceção das capitais estaduais e do Distrito Federal.

riachao2

O município de Riachão das Neves atendeu as exigências para o mapeamento e continuará roteirizado para atividade turística. A partir de agora, o município fará grandes investimentos na tentativa de elevar a sua variável na classificação de categoria dos municípios. O foco do investimento estará voltado para passeios ecológicos e pesquisas para detectar a quantidade de fiéis que vêm de outros estados todos os anos, para prestar homenagem e oferecer devoção aos santos nas festas religiosas, realizadas pelo município; Festejos de São José, Festejos do Divino, Festejos de Nossa Senhora Sant’Ana, Festejos Juninos, Festejos de São Lourenço. Além disso, o município usará outra tradição como argumento; as cavalgadas, que são realizadas todos os anos com datas fixas que atrai a vaqueirama e admiradores de toda região do Oeste da Bahia.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br