PRF pune 1,5 mil motoristas no primeiro fim de semana com multas mais altas

Publicada em 04/11/2014 às 11:08

prf

Fonte Correio da Bahia | Foto google street view

Aproximadamente 1,5 mil motoristas foram punidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no primeiro fim de semana de vigência dos novos valores de multas de trânsito. Desde sábado, 1º, as multas para condutores flagrados em ultrapassagens forçadas, em local proibido, ou disputando “racha” e exibindo manobras perigosas estão até dez vezes mais altas.

A maior parte – 1,39 mil – foi aplicada a motoristas ultrapassando em situações perigosas ou em locais proibidos. Nesses casos, como faixas contínuas, curvas, trevos, túneis, pontes e acostamentos, a multa aumentou de R$ 127,69 para R$ 957,70. Em caso de reincidência no período de um ano, o valor da punição dobrará.

Conforme a PRF, a infração mais comum é a ultrapassagem pela contramão, com pista de faixa contínua. O chefe da Divisão de Planejamento Operacional da PRF, Edson Nunes Souza, explicou que as ações de fiscalização são planejadas de acordo com o número de acidentes registrados nas vias.

“Temos um banco de dados com os locais onde ocorrem mais acidentes. Então, direcionamos as fiscalizações para esses lugares. Dessa forma, conseguimos reduzir infrações e evitar acidentes.”

No sábado e domingo, 02, 43 motoristas foram flarados pela PRF forçando passagem em pistas simples. Esta é infração cuja multa sofreu maior reajuste, passando de R$ 191,54 para R$ 1.915,40. O valor será dobrado em caso de reincidência em 12 meses.

Seis motoristas foram multados pela PRF por praticar “racha” ou exibir manobras perigosas, infrações que também ficaram mais duras. “O número baixo deve-se, principalmente, ao fato de a maioria dos ‘rachas’ ocorrer dentro das cidades e não nas rodovias federais”, explicou Edson Nunes.

Segundo ele, o aumento no valor das multas faz parte de um pacote de alterações nas leis. “A proposta é diminuir as mortes no trânsito em 50% até 2020”, salientou Nunes. Acrescentou que as colisões frontais, a maioria causada por ultrapassagens indevidas, são responsáveis por cerca de 34% das mortes em rodovias federais.

2 Comentários

  1. DONIZETI QUEIROZ disse:

    SO A PUNIÇAO AO INFRATOR DE TRANSITO ENCHENDO MAIS AINDA OS COFRES DA UNIAO NAO IRA RESOLVER ESTA VERDADEIRA CARNIFICINA QUE VEMOS EM NOSSAS RODOVIAS, O GOVERNO FEDERAL E ESTADUAL TEM QUE INVESTIR NAS SUAS POLICIAS RODOVIARIAS PAGANDO LHE UM SALARIO DIGNO E EQUIPANDO AS COM ARMAMENTOS MODERNOS, AUMENTO DE EFETIVOS E PRINCIPALMENTE INVESTIR NA DUPLICAÇAO E CONTRUÇAO DE TERCEIRAS FAIXA E SINALIZAÇAO, EXIGIR DO POVO E MUITO FACIL OS GOVERNANTES TEM QUE FAZER A SUA PARTE, E NAO ESTAO FAZENDO.

  2. JOSEMAR QUEIROZ DOS SANTOS disse:

    ESSA É A MAIOR INDÚSTRIA DE MULTAS DO PLANETA. A MELHOR COISA SERIA USAR O DINHEIRO JÁ ARRECADADO EM CAMPANHAS DE PREVENÇÃO E QUE É POUCO USADO PELOS ÓRGÃOS INCOMPENTENTES.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br