Fundação Bahia e Embrapa lançam novas cultivares de algodão e soja

Publicada em 03/06/2022 às 20:56

Ascom Fundação Bahia

A Fundação Bahia e a Embrapa realizaram na tarde de ontem, 01, o pré-lançamento de novas cultivares transgênicas de soja e algodão voltadas a atender a demanda do mercado da Bahia, Piauí, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O evento ocorreu no auditório da Fundação Bahia, dentro da programação da Bahia Farm Show, que está sendo realizada no município de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia.

Na abertura do evento, o presidente da Fundação Bahia, Ademar Marçal, ressaltou a importância da pesquisa e da parceria com a Embrapa, que soma 25 anos de pesquisas em novas variedades que atendam às necessidades dos produtores de grãos e fibras. “Não foi fácil chegar até aqui e com certeza enfrentaremos novos desafios, mas com certeza vamos vencê-los. Sem dúvida a Embrapa tem sido a mola propulsora em tudo aquilo de bom que tem acontecido quanto ao ganho produtivo das lavouras no Brasil. As variedades de soja BRS 8383IPRO e de algodão BRS 437 B2RF, apresentaram resultados bastante promissores e são frutos de programas de melhoramento por meio de pesquisas realizadas pela parceria, e buscam atender as demandas do produtor rural do cerrado brasileiro na resolução de problemas no campo”, disse Marçal.

Grande novidade do evento no quesito algodão, a BRS 437 B2RF trata-se de uma cultivar com resistência múltipla a doenças, com destaque para a mancha de ramulária, considerada a principal doença do algodoeiro no País, que demanda em torno de oito pulverizações de fungicidas por safra em cultivares mais suscetíveis à doença. Além disso é resistente a doença azul, bacteriose e mosaico comum, além de ser moderadamente resistente ao nematoide das galhas.

A nova cultivar também possui a tecnologia Bollgard II Roundup Ready Flex (B2RF), que confere resistência às principais espécies de lagartas que atacam o algodoeiro e ao herbicida glifosato em todas as fases de desenvolvimento da cultura.

A BRS 437 B2RF possui fibra de alta qualidade e elevada produtividade – potencial produtivo de 6.015 quilos por hectare de algodão em caroço e 2.425 quilos por hectare de pluma. Tem ciclo médio a tardio e porte médio a alto. É indicada para semeadura em abertura e meio do plantio, em condição de sequeiro ou irrigada.

O pesquisador e Chefe Geral da Embrapa Algodão Alderi Emídio de Araújo, também comentou sobre a parceria longeva entre a Fundação Bahia e a Embrapa Algodão, afirmando ser a mais longeva que a Embrapa Algodão mantém. “Lembro quando lançamos em 1987, em parceria com o grupo Itamarati, a primeira variedade amplamente voltada para o cerrado na região e foi a partir dessa cultivar que o Brasil, através do Cerrado, compreendeu que poderia chegar no patamar que chegou hoje, e só chegou porque tinha a bravura e a disposição dos produtores de algodão do país. E essa determinação ajudou a transforma o país no segundo maior exportador de algodão do mundo”.

Nova cultivar de soja para o Matopiba

Selecionada nas condições do Oeste baiano, a BRS 8383IPRO é uma variedade de ciclo médio (120 a 134 dias), hábito de crescimento indeterminado, com alto teto produtivo e estabilidade de produção mesmo em condições de seca e elevadas temperaturas, demonstrando grande rusticidade. É indicada para plantio na região do MATOPIBA (Cerrado do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e em Mato Grosso.

Além de apresentar eficiência fisiológica e sanidade, a cultivar tem elevado potencial produtivo (acima de 5 mil kg/ha nas regiões de adaptação). Outro importante diferencial é a resistência ao nematoide de galha Meloidogyne incognita. A resistência ao M. incognita é uma característica estratégica para a sojicultura do Oeste da Bahia, região onde o sistema produtivo normalmente envolve a cultura do algodão, que também é afetada pelo nematoide.

O pesquisador Sebastião Pedro da Silva Neto, Chefe Geral da Embrapa Cerrados comemorou o lançamento desses dois genótipos importantes para o sistema produtivo do Cerrado. “Uma nova variedade demora entre oito e dez anos para ser desenvolvida e nesse tempo tivemos todo o apoio da Fundação Bahia. Agradeço o empenho do corpo técnico da Fundação Bahia e dos pesquisadores da Embrapa pelo grande êxito, pois não é fácil trabalhar e fazer pesquisa quando os resultados de melhoramento genético são de longos prazos”.

Ele aponta ainda o estresse hídrico como um grande desafio do Oeste da Bahia, pois é o fator que mais retira produtividade das lavouras da região. “No programa de melhoramento genético da Embrapa, testamos os materiais com metodologias que nos permitem diagnosticar a resistência ao estresse hídrico”, afirmou, concluindo que a nova cultivar foi aprovada nos testes, garantindo a produtividade nessa condição adversa.

A BRS 8383IPRO figura entre as primeiras cultivares de soja selecionadas em ambientes tratados com novos insumos agrícolas, como remineralizadores de solos e bioinsumos, tecnologias que têm sido desenvolvidas pela Embrapa, respectivamente, para melhorar a eficiência das plantas no uso dos fertilizantes e no controle de pragas e doenças, além de diminuir a dependência tecnológica do Brasil em relação a insumos sintéticos importados.

As duas novas cultivares poderão ser conhecidas na vitrine e no estande da Embrapa instalados na Bahia Farm Show, até o próximo sábado, 04, último dia do evento. O funcionamento da feira é das 9h às 19h.

As sementes estarão disponíveis aos produtores a partir da próxima safra, por meio de sementeiros cooperados da Fundação da Bahia. Os cotonicultores interessados em adquirir sementes da BRS 437 B2RF devem entrar em contato com o sementeiro Natural Sementes pelo fone (77) 9 9971-0643. Já os sojicultores que buscam aumentar suas produtividades e reduzir custos na implantação de suas lavouras podem ligar para (77) 9 9700-5640 e reservar sementes da cultivar BRS 8383IPRO com os profissionais da NeoVita Sementes.

1 Comentário

  1. Eduardo Jorge Vieira Leite de Lima disse:

    Estou interessado em pazer parcerias para produzir grãos no Oeste Bahiano. Grato

Deixe o seu comentário!




Enter Captcha Here :

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br