Caminhoneiros mantêm bloqueios de rodovias federais

Publicada em 24/02/2015 às 14:56

bloqueio1

Fonte Correio da Bahia

De acordo com o último balanço da PRF, divulgado ontem, 23 à noite, motoristas enfrentam dificuldades para atravessar 64 pontos de 23 rodovias federais em seis estados.

Os estados mais prejudicados são Rio Grande do Sul, com 23 pontos interditados, Santa Catarina, com 15 trechos bloqueados e Paraná, com dez bloqueios. As rodovias de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia também têm pontos bloqueados.

A PRF informa que tem negociado com os manifestantes para liberar a passagem de ambulâncias, veículos de passeio e de transporte de passageiros. Até o momento, não houve registro de confronto entre caminhoneiros e policiais rodoviários federais.

Ontem, a Advocacia-Geral da União (AGU) decidiu entrar na Justiça Federal com pedido de liberação das rodovias bloqueadas. De acordo com a AGU, a medida tem o apoio do Ministério da Justiça, por meio da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional.

As ações, segundo a AGU, foram ajuizadas nos estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. O órgão informa ainda que pediu a autorização da Justiça para que o Poder Público possa adotar “medidas necessárias para garantir a circulação nas pistas e a fixação de multa de R$ 100 mil para cada hora que os manifestantes se recusarem a liberar o tráfego”.

Caminhoneiro ferido
Um motorista de caminhão foi atingido na cabeça por uma pedra e capotou o caminhão que dirigia por volta das 21h40 de segunda-feira, 23, no quilômetro 102,4 da BR 158, perto de Palmeiras das Missões, no Rio Grande do Sul. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal gaúcha, a área não era de bloqueios, mas o homem havia passado por um trecho interditado por manifestantes que protestam contra a alta do diesel e baixos custos dos fretes em várias rodovias.

bloqueio

Bahia
No município de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, as BRs 020/242, saída para Brasília, Barreiras e Tocantins, estão interditadas. Os organizadores do protesto estão liberando a passagem de carros de passeio, ônibus e ambulâncias, mas avisam que a partir de amanhã apenas ambulâncias terão acesso livre.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br