Barreiras está oficialmente inserida na nova delimitação do Semiárido Brasileiro

Publicada em 03/01/2018 às 07:42

 

Fonte Dircom

O semiárido brasileiro conta com mais 73 novos municípios. Em função da seca que atingiu o Nordeste principalmente entre 2012 e 2016, foi proposta uma nova delimitação pelos estados e municípios, e o Governo Federal acolheu o pedido garantindo apoio às populações das regiões atingidas.

Agora, o mapa do Semiárido passa a ter o total de 1.262 municípios. Barreiras, mais 9 municípios da Bahia foram incorporadas, outros 10 no Ceará, 2 no Maranhão, 6 em Minas Gerais, mais 24 na Paraíba, 1 em Pernambuco e 21 no Piauí. Além desses estados, a região abrange municípios de Alagoas, Sergipe e do Rio Grande do Norte.

O prefeito Zito Barbosa esteve em Fortaleza no dia 23 de novembro acompanhando a votação na reunião do Conselho da SUDENE, que apreciou e aprovou por unanimidade a Proposição 113, de 22 de novembro de 2017, que incluiu Barreiras, além de Angical, Baianópolis, Canápolis, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia e Santa Maria da Vitória.

Com esta inclusão, o município de Barreiras está apto a acessar políticas públicas específicas a este território, como, por exemplo, créditos diferenciados em financiamentos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste e condições favoráveis de negociação de débitos com o Governo Federal conforme Lei nº 13.340 de 28 de setembro de 2016.

“Fomos oficialmente notificados pelo Ministro de Estado da Integração Nacional Helder Zahluth Barbalho, que o município de Barreiras está inserido no novo desenho do mapa do Semiárido Brasileiro. A referida inclusão é histórica, e possibilitará a nossa população usufruir das novas possibilidades que se abrem para o desenvolvimento local”, ratificou o prefeito Zito.

A inclusão de novos municípios é resultado de análises e estudos elaborados por um Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério da Integração Nacional.

1 Comentário

  1. Raniel disse:

    O El Nino (bem forte) desorganizou o período chuvoso em Barreiras, mas isso não significa que a cidade faz parte do seminário, aliás, não é e nunca foi. Isso é uma tentativa desse governo de conseguir mais dinheiro. Quero saber em que esse dinheiro será usado quando o período de chuvas se regularizar (sem a volta do El Nino em grande força). O período de chuvas dessa temporada já está sendo excelente. Em que vão usar esse dinheiro? Será que eles não sabem que um El Nino forte desorganiza o período de chuvas aqui no Brasil-central assim como um La Nina forte prejudica o Sul do Brasil?

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br