Sem infraestrutura ideal, rede municipal de ensino em Bom Jesus da Lapa impõe riscos a alunos e professores

Publicada em 25/08/2017 às 07:48

 

Ascom Vereador Neto Magalhães

Teto na iminência de desabar, bebedouros sem nenhuma condição de uso, fossas entupidas, torneiras sem água. Não parece, mas o cenário descrito é das escolas municipais de Bom Jesus da Lapa. A situação foi denunciada pelo vereador Neto Magalhães (DEM), que iniciou uma série de visitas às unidades educacionais. O parlamentar gravou vídeos comprovando as irregularidades citadas e os divulgou em redes sociais.

A primeira escola a ser visitada foi a Edilene Ramos, no bairro Primavera I, onde a situação é de total descaso e abandono. Nesta semana, foi a vez do Benjamin Farah, onde a estrutura física do edifício deixou o vereador bastante preocupado.

“Os alunos e professores estão correndo sérios riscos. Eu temo que o teto caia sobre a cabeça deles. É de uma irresponsabilidade sem tamanho o colégio funcionar nas condições precárias que se encontra. O prédio do Benjamin Farah precisa passar por uma reforma estrutural urgentemente antes que aconteça uma tragédia”, desabafou o vereador, ressaltando que o município tem recurso suficiente para levar a Educação do município a sério. “Só esse ano, até o mês de agosto, a prefeitura recebeu cerca de R$ 45 milhões para esta área, fora os R$ 34 milhões dos precatórios. Diante deste cenário apresentado, eu pergunto: onde foi parar esse dinheiro?”, indaga.

A diretora de um dos colégios tentou impedir o acesso do parlamentar à unidade, bem como o proibiu de filmar o local. Neto, entretanto, seguiu cumprindo o seu papel, que é de fiscalizar e denunciar. “Eu entendo o lado dela, pois foi orientada por seus superiores a agir assim. Ela está defendendo o emprego dela, mas é importante que se siba que esta é a função do vereador, ele foi eleito para isso, e que se eu me calar diante desses absurdos eu estarei sendo conivente. Já procurei o meu jurídico que me disse que estou dentro da Lei. Por isso, vou continuar com as visitas e denúncias, pois o objetivo é consertar o que está errado e garantir que alunos e professores tenham um ambiente limpo, seguro e digno para promover o aprendizado”, enfatizou Neto Magalhães.

Asista, no link abaixo, a denúncia do vereador:

https://www.facebook.com/neto.magalhaes.182/

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br