Moradores de Cristópolis protestam contra decisão judicial que colocou acusados de assassinato em liberdade

Publicada em 28/05/2017 às 11:33

Da redação JornalNF

Moradores da cidade de Cristópolis, município localizado no Oeste da Bahia, distante 790 quilômetros de Salvador, protestaram na tarde de ontem, 27, contra a decisão judicial que colocou em liberdade Iraildo de Souza Rosa, Ednilson Raimundo Furtuoso e Francisco Raimundo Furtuoso, réus confessos do crime que matou a facadas Joaquim Inácio Campos Viana, 35 anos, após uma briga em um bar do povoado de Cantinho. O crime aconteceu no último dia 21 e envolveu cinco pessoas. Cícero Campos Viana, irmão da vítima, continua internado no Hospital do Oeste onde passou por procedimento cirúrgico.

Durante o trajeto entre a residência da vítima e o cemitério, familiares, amigos e populares fizeram protesto fechando a BR 242, cobrando mais segurança e justiça, uma vez que os três acusados de terem assassinado ‘Quinca’ foram presos no dia do homicídio e soltos três dias depois.

A comoção foi maior quando os pais e a irmã da vítima sentaram em frente ao bar, local onde aconteceu o assassinato do jovem. Revoltada, a população não entende os motivos que levaram a soltura dos acusados e cobra justiça. Joaquim deixou esposa e uma filha de três anos.

Cerca de 700 pessoas caminharam pelas ruas do povoado e por alguns minutos fecharam o trânsito da BR 242, clamando por justiça.  O final da manifestação aconteceu no cemitério da comunidade, onde fizeram orações.

7 Comentários

  1. EDSON MOREIRA DOS SANTOS disse:

    De fato, realmente, os moradores de Cristopolis estão exercendo a democracia pacífica e lutando em prol de uma causa justa e buscando o direito assegurado na Constituiçao Brasileira, ao protestarem contra um Decisao Judicial que colocou acusados de assassinatos em liberdade.
    Até parece que a Constituiçao a Carta Magna de nosso País esta sendo rasgada, pois ela defende e zela pelos direitos fundamentais humanos em prol da dignidade da vida humana e de outros principios sociais e humanitarios, onde o Estado Democratico de Direito nao permite a Pena de Morte no Brasil, por isso tambem nenhum individuo tem poderes ou o direito de andar por ai tirando a Vida com a Morte de seu semelhante proximo, pois todos é pra viver em regime comunitario mutuo de uniao e respeito uns para com os outros no habitat que convivemos e vivemos.
    Diante de tudo isto, do exposto e do presente fato ocorrido,me dirijo a pedir ao Ministerio Publico do Estado da Bahia, Defensor dos Principios da Dignidade Humana atraves de seus ilustres e investidos membros representantes Local e Regional, agir e interceder, pois é hora de agir em prol desse fato e caso ocorrido, onde vidas foram lesionadas, tentadas e destruida deixando dor e sofrimentos nos coraçoes dos familia/res, amigos e de todos os munícipes Cristopolenses.
    Que o Deus Pai Altissimo Bom Criador de Misericordia e da Paz, abençoe e fortaleça os coraçoes de de todos os enlutados, com a Guarda e a Proteçao Divina Celestial. Aleluias. Aleluias.

  2. Josi Pereira disse:

    De um modo geral e revoltante saber que bandidos aqui na terra e que mandam.Sonho com uma pena de morte no Brasil.Em que cidadão tratamos como CIDADÃO e bandido como Bandido: #ACORDABRASIL#Que DEUS tenha compaixão desses casos.

  3. Poliana Silva disse:

    De um modo geral e revoltante saber que bandidos aqui na terra e que mandam.Sonho com uma pena de morte no Brasil.Em que cidadão tratamos como CIDADÃO e bandido como Bandido: #ACORDABRASIL#Que DEUS tenha compaixão desses casos.BANDIDOS tem que ser DEGOLADOS!!JUSTIÇA, E NÃO JUIZES QUE ACEITAM PROPINAS!

  4. Fabio jesus de souza disse:

    É muita falta de respeito e justiça em quanto os familiares ainda sofrem a perda de im ente querido, os assassinos estam por ai livres sem nem uma punição pelos seus atos.

  5. Gracielia paiva disse:

    Justiça nós esperamos

  6. Almir Xavier da Silva disse:

    Em alguns casos no Brasil não existe justiça, apena negocio de sentença, estes juízes que vendem sentença não são punidos, é por este motivo e outros que a violência vem aumentando, não desejo o mal a ninguém, mas se acontecesse o que vem acontecendo com família dos bandidos que mandam soltar outros bandidos, ai sim ia melhorar.

  7. Josenilda Damaceno disse:

    O nosso sentimento e um so:dor pela perda do nosso amigo Quinca e tambem revolta por saber que assassinos frios e sem coraçao que tiraram a vida de um cidadao de bem,de um pai de familia ja estao em liberdade,como se nada tivessem feito de errado!! Onde esta a justiça desse pais? Sera que nao existe?

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br