Fundesis inaugura obras em quatro entidades beneficentes do oeste baiano

Publicada em 16/11/2016 às 07:42

fundesis

Ascom Aiba

“O que era bom ficou melhor com a chegada da quadra  esportiva. Eu gosto de estudar aqui e agora vou gostar mais porque tenho um lugar coberto para jogar bola, sem me preocupar com o sol”, disse Welton Arruda, portador de síndrome de down, comemorando a inauguração de uma quadra coberta na Apae de Santa Maria da Vitória.

O equipamento, construído com recursos do Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia (Fundesis), foi entregue à comunidade, na última sexta-feira, 11, pelo presidente do Fundo, Júlio Cézar Busato, que fez questão de ir pessoalmente inaugurar a quadra.

“Hoje eu deveria estar na roça, plantando, mas agradeço a Deus pela oportunidade de estar aqui semeando a solidariedade. É muito gratificante sentir a emoção dos pais e alunos apaeanos. São essas coisas que me enchem de esperança de que o mundo ainda tem jeito. Estou muito feliz e emocionado em saber que nós produtores rurais estamos conseguindo fazer a nossa parte. Não temos a pretensão de mudar o mundo, mas estamos colaborando para transformar a vida das pessoas envolvidas nesses projetos”, comentou Busato.

Para a diretora da Apae, Maria Custódia de Araújo, o equipamento vai proporcionar mais qualidade de vida aos alunos. “Esse era um sonho antigo que o Fundesis nos ajudou a realizar. Ter uma quadra aqui é de suma importância para preparar os nossos alunos para as paralimpíadas, pois muitos têm vocação esportiva. Daqui, por exemplo, saiu o campeão estadual de atletismo, ou seja, tínhamos o potencial, mas não tínhamos o instrumento”, ressaltou.

Além da Apae, outra entidade santa-mariense também foi contemplada pelo Fundo. O Lar Espírita União e Amor recebeu, neste fim de semana, sua nova sede, após ampla reforma estrutural, que deixou o prédio mais aconchegante para atender as mais de 100 famílias assistidas pela instituição, que distribui sopa, evangeliza crianças e oferece atendimento médico homeopático e cursos de arte e pintura.

“Funcionávamos de forma precária em um galpão. Hoje, graças ao Fundesis, temos um lugar digno e bem dividido, com uma cozinha escola, um ateliê e quatro salas de atendimento. Nossa eterna gratidão ao Fundo”, pontuou o vice-presidente do Lar Espírita, Denis Benjamim.

Ainda no final de semana, o Fundesis inaugurou, em Bom Jesus da Lapa, a sede própria da Casa de Passagem Aloísio Tanajura, entidade que acolhe 25 crianças e adolescente em situação de vulnerabilidade social. O fundo destinou R$ 40 mil para construção do prédio contendo três quartos, sala, cozinha, banheiros masculino e feminino e área de socialização.

“Eu não tenho palavras para agradecer, pois já não me lembro quantas vezes precisamos mudar às pressas, por falta de condições de manter o aluguel. Agora, essa angústia acabou, temos um lar definitivo”, enfatizou a diretora da Casa do Menor, Regina Tanajura.

O município de Correntina também foi incluído no roteiro de inaugurações e recebeu a visita do Fundesis para inauguração de mais uma etapa da obra no Abrigo do Idoso, que já foi contemplado três vezes com recurso do Fundo, sendo a primeira para construção, a segunda para ampliação e agora para reforma.

Em seu discurso, a coordenadora do Fundesis, Makena Thomé, fez um balanço das entidades contempladas pelo Fundo nesses 10 anos de existência. “Na verdade, não são as instituições que são honradas pelo Fundesis e sim o contrário, vocês têm o nosso respeito e nosso apresso. A cada visita, a cada inauguração que eu tenho acompanhado eu fico muito honrada em saber que muito está sendo feito com o pouco que se é destinado”, disse, emocionada.

O Fundo é o resultado da parceria entre os produtores rurais associados à Aiba e o Banco do Nordeste, que destina parte do valor das operações de crédito de custeio das lavouras para financiamento destes projetos. Ao todo, foram 81 projetos aprovados, em 45 entidades de 13 municípios, totalizando mais de 50 mil vidas beneficiadas. Nessa década, o Fundesis já investiu mais de R$ 3 milhões nas áreas de saúde, educação, cultura, inclusão social e digital, esporte, preservação ambiental, agricultura sustentável, além de fomentar o empreendedorismo e gerar emprego e renda.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br