Em tempo de Covid-19 prefeito de Brejolândia cancela auxílio aos professores da rede municipal

Publicada em 30/04/2020 às 14:47

Da redação JornalNF

Professores da rede municipal de Brejolândia, município localizado no Oeste da Bahia, distante 757 KM de Salvador, foram pegos de surpresa ao verem parte de seus vencimentos, relativo ao auxílio sala de aula, serem descontados pelo prefeito municipal Gilmar Ribeiro da Silva (Mazim).

Esse embate entre professores, secretaria de educação e executivo vem desde 2017, quando os professores ganharam na justiça uma ação impetrada pela APLB que obrigava o município a pagar o piso salarial, além do auxílio sala de aula no valor de R$ 250,00. Na época e executivo recorreu em Segunda Instância, sendo que a justiça já tinha votado um valor maior, de R$ 300,00. Em setembro de 2019 o prefeito Mazim tentou novamente cancelar o auxílio de 300 reais e só pagar quem estivesse se graduando no ensino superior. Com isso muitos professores iniciaram suas graduações e o auxílio sala de aula teve que ser repassado pelo executivo.

Quando tudo parecia resolvido, mais uma vez o prefeito, sem motivos legais, o auxílio voltou a ser cancelado. “Quando foi agora em abril a Prefeitura descontou os 300 reais sem nem um motivo, em plena Pandemia, um auxílio que já vinha sendo pago a 15 anos”, denunciou uma representante da APLB em Brejolândia.

Preocupada com a falta de respeito com os profissionais da educação e com a falta de sensibilidade do executivo nesse momento de crise da saúde, a APLB encaminhou um ofício a secretária municipal de educação do município, Talita Morgana de Jorge, solicitando que fosse devolvido imediatamente os valores descontados de forma indevida e sem qualquer amparo legal.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br