Câmara de Vereadores de Santana aprova Dia do Maçom

Publicada em 01/05/2015 às 08:08

santana1

Câmara Municipal de Vereadores de Santana, Oeste da Bahia, aprovou no último dia 17 de abril, a Lei que institui o Dia do Maçom na cidade. A Lei, de autoria da vereadora Sônia Maciel de Almeida, passa a ser comemorada no dia 20 de agosto de cada ano, e é uma homenagem relativa à Loja Maçônica Filhos de Jerusalém nº 85, Oriente de Santana.

Segundo Sônia Maciel de Almeida, é uma grata satisfação ser autora deste projeto e ter aprovação e o reconhecimento da Câmara em relação ao trabalho competente realizado pela entidade.

Exmº Presidente da Câmara de Vereadores, Senhores Vereadores:

Em seu depoimento, Maxwell Rodrigues de Queiroz, Chanceler da Loja Maçônica Filhos de Jerusalém Nº 85, Oriente de Santana/Bahia, aproveito para agradecer a aprovação do Dia do Maçom.

Neste momento, sentimo-nos imensamente felizes,e venho em nome da Loja Maçônica Filhos de Jerusalém Nº 85, Oriente de Santana Bahia agradecer a Nobre Vereadora Sônia Maciel pelo esforço junto aos nobres colegas a aprovação do projeto de Lei Municipal do dia  do maçom santanense.

O presente Projeto de Lei aprovado tem o objetivo de prestar homenagem a esta Instituição pelos relevantes serviços prestados a nossa cidade e ao mundo ao longo dos anos.

Sem sombra de dúvida, nenhuma organização é tão fascinante e ímpar quanto à gloriosa Maçonaria. Com a missão de tornar homens bons, melhores, ela conseguiu a proeza de permanecer intacta às intempéries da vida, mantendo-se firme como os preceitos que a impulsionam. A trilogia Igualdade, Fraternidade e Liberdade são dignas de atenção, pois apresenta conceitos modernos e indispensáveis para um convívio melhor na sociedade. Há séculos, esses são conceitos conhecidos, praticados e divulgados por seus integrantes.

Hoje, fala-se muito em ecumenismo como forma de resposta aos conflitos religiosos. Contudo, a Maçonaria foi a primeira entidade em que a fé individual foi utilizada como instrumento de integração, e não como combustível para sangrentas guerras – provando que todos somos filhos do mesmo Criador, ou seja, irmãos, e podemos viver realmente como tal, independente da religião a qual pertençamos.

Atualmente, percebemos que o racismo é uma patologia temível, que coloca em risco a humanidade, então, notamos o valor do exemplo da fraternidade maçônica, pois esta abomina todas as formas de racismo.

A filantropia, um de seus estandartes, tem uma característica própria que deixa esse gesto mais nobre: o silêncio, em que, na grande maioria das vezes, nem o próprio beneficiado tem conhecimento de seu benfeitor. Esse condimento não só deixa caracterizada a verdadeira caridade, como nos ensina que não devemos fazer as coisas boas, se podemos fazê-las perfeitas.

Num universo tão eclético, seus congregados aprendem a honrar três grandiosos pontos, que são sagrados em todos os lugares: Deus, Pátria e Família. Independente da cultura, esses tópicos são unanimidade – os mais valiosos que um povo pode possuir. Percebemos que, quando tais ícones são desonrados, as conseqüências são enormes.

Porém, investida de tais predicados, foi sempre alvo constante de perseguições, injúrias e preconceitos, pois jamais se alienou perante as mudanças globais, mostrando-se como obstáculo para caprichos de déspotas; prova disso é que há, até os nossos dias, histórias “fantásticas” pulverizadas nas mentes férteis das massas, associando Maçonaria a elementos malignos: idéias como “os maçons praticam magia negra” estão presentes e geram relatos tão absurdos quanto à maldade de quem os criou.

Certamente, a razão fundamental para que a Maçonaria não se tornasse apenas uma mera coadjuvante na história da humanidade foi a dedicação e a disciplina de seus integrantes, pois apesar das lutas, não se inclinou para os problemas, ao contrário, a cada obstáculo se fortaleceu.

Privilegiando os excluídos, defendendo a ética, respeitando as autoridades, incentivando a paz, lutando contra vícios e cultivando a moral, ela segue firme em sua jornada que é a disseminação desses valores, que são tão grandiosos e estão além do nosso plano material, pois a certeza da imortalidade da alma e a crença da existência de um Ser Supremo são os geradores de tanta energia positiva, e com toda certeza, são companheiras dos maçons em qualquer trajeto, seja no cotidiano ou na esperança de uma vida posterior.

A Maçonaria é uma Ordem Universal formada de homens de todas as raças, credos e nacionalidades, acolhidos por suas qualidades morais e intelectuais e reunidos com a finalidade de construírem uma Sociedade Humana, fundada no Amor Fraternal, na esperança com amor a Deus, à Pátria, à Família e ao Próximo, com Tolerância, Virtude e Sabedoria e com a constante investigação da Verdade e sob a tríade LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE, dentro dos princípios da Ordem, da Razão e da Justiça, o mundo alcance a Felicidade Geral e a Paz Universal.

É incontestável a presença da Maçonaria nos principais fatos de historia do Brasil e de nosso Estado. Podemos citar: a Proclamação da República, a Abolição da Escravatura, a Conjuração Baiana, a Inconfidência Mineira, as Revoluções Pernambucanas entre tantas outras.

Como reconhecimento aos diligentes atos e participações históricas na luta pela liberdade do povo brasileiro, nada mais justo que a presente homenagem aos maçons de nossa terra.

Que o Grande Arquiteto do Universo (Deus) proteja a cada um dos Nobres Vereadores de Santana ficando agora cravado na historia de Santana esse feito.

Santana, 25 de Abril de 2015.

Fraternalmente,

santana2

Maxwell Rodrigues de Queiroz

Chanceler da Loja Maçônica

Sargento de Carreira Reformado do Exército Brasileiro

6 Comentários

  1. Fernando disse:

    Os vereadores de Santana deviam se envergonhar, pois a maioria se diz cristãos e muitos aki não sabem o que significa a MAÇONARIA. Quem é Cristão jamais deve se curvar a um deus pagão, cada um e livre pra fazer o que bem quiser mas é nisso que dá é passado pra trás e a cidade segue como sempre fazendo o que o inimigo de Deus criador do Céu e da terra quer.

  2. Maxwell Rodrigues de Queiroz disse:

    Minha intenção ao criar o projeto e ver aprovada e sancionada a Lei que torna o dia 20 de agosto o dia municipal do maçom, vai um pouco mais além do que colocar este dia no calendário cultural de nosso município.
    O meu intuito, e mais íntimo desejo, é que este dia, juntamente com as homenagens devidas, se transforme em um dia de reflexão e conscientização à todos aqueles que em algum momento de sua vida, foram chamados a participar de uma instituição que atua em nível global para uma humanidade melhor, mais justa e mais harmoniosa.

    A Maçonaria é uma instituição essencialmente iniciática, filosófica, progressista e evolucionista. Proclama a prevalência do espírito sobre a matéria, pugna pelo aperfeiçoamento moral, intelectual e social da humanidade, por meio do cumprimento inflexível do dever, da prática desinteressada da beneficência e da investigação constante da verdade, cujas finalidades supremas são: liberdade, igualdade, fraternidade.

    Entretanto, eu quero nesta data, além das homenagens que prestamos, fazer um chamamento a todos os Maçons para que atentem ao fato de que a maçonaria, sem prejuízo de suas finalidades educativas e filantrópicas, é na realidade uma instituição político-social.

    Agradeço de coração a participação de todos, espero que os filhos dos filhos de nossos filhos tenham a oportunidade de comemorar este dia como hoje o fazemos, em paz e com a benção do grande arquiteto do universo

  3. Salvador de Queiroz Almeida disse:

    28-08-2014 Lido 656 Vezes

    A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus foi transformada em sessão especial na noite de terça-feira (26) em homenagem ao Dia dos Maçons. A proposta, do vereador Uberdan Cardoso, foi aceita pelo presidente da Câmara, vereador Marcos Có. Uberdan Cardoso também é o autor do Projeto de Lei, aprovado durante a sessão especial realizada na noite de ontem, que institui o Dia Municipal dos Maçons em Santo Antônio de Jesus. Pelo projeto, aprovado por unanimidade pela Casa, o dia 20 de Agosto será o Dia Municipal dos Maçons, e passará a constar no calendário oficial de eventos do município de Santo Antônio de Jesus. Autoridades e lideranças Maçônicas participaram do evento. “É preciso reconhecer o trabalho social desenvolvido pela maçonaria em Santo Antônio de Jesus. São pessoas que dedicam suas vidas com o objetivo de construir um mundo melhor”, salientou o vereador Uberdan Cardoso, que requereu e dirigiu a sessão especial, que reuniu a Irmandade Maçônica santoantoniense da Loja Maçônica Deus é Amor.Por unanimidade, os vereadores de Santo Antônio de Jesus aprovaram a lei que institui o dia 20 de agosto como Dia Municipal do Maçom. Para Uberdan Cardoso, é dever dos homens públicos, como também dos cidadãos, exaltar aqueles que estão preocupados com o futuro do País, os quais seguem no caminho do respeito e da fraternidade. “Nós temos orgulho de cada um de vocês, porque vocês, hoje, nos deram uma aula de educação, talvez vocês estejam nos ensinando muito mais do que conhecíamos sobre a Maçonaria”, comentou o vereador. “Realizamos ações beneficentes tanto para as populações como para as entidades da cidade, mas sem muita divulgação, pois não precisamos disso. Nosso trabalho é fortalecer a igualdade. A importância da Maçonaria como instituição está na luta em defesa de diminuir as desigualdades sociais”, salientou o Primeiro Vigilante da Maçonaria, Admilson Quintino.

    Uberdan Cardoso, autor da lei, que, agora, espera a sanção do prefeito Humberto Leite, também recebeu uma placa dos Maçons em agradecimento a homenagem. “A placa tem um simbolismo, que me agiganta. Respeito a história da Maçonaria, que me chama atenção, e aqui se constrói uma ponte que me liga a esta instituição”, declarou. Os vereadores Marcus Muniz, Cristiano Sena, Sargento Vinicius, Gilson Bastos e Luiz do

  4. Tainara Pereira dos Santos disse:

    A cidade é e será sempre grata aos vereadores de Santana que aprovaram

  5. Maxwell Rodrigues de Queiroz disse:

    O dia do Maçom aprovado na cidade de Santana e é criada em diversos municípios do Brasil é para engrandecer ainda mais cada uma das Lojas de sua cidades.

    Em Santana a Loja Filhos de Jerusalém 85, Oriente de Santana Bahia

  6. Ubaldo de Oliveira Nunes disse:

    Independentemente de lei municipal, o “Dia do Maçom” é comemorado nacionalmente em 20 de agosto de cada ano.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br