Com participação de estrelas da corrida de rua, Congresso Técnico prepara competidores para a Corrida do Algodão

Publicada em 05/08/2022 às 16:00

Ascom Abapa

A Corrida do Algodão 2022 será apenas amanhã, mas para os corredores “raiz” e estreantes que se encontraram na noite de ontem, 04, no Congresso Técnico da Corrida do Algodão, ela já começou. Isso porque o evento é uma espécie de preparação para a prova, que detalha os aspectos técnicos do percurso e tira dúvidas diversas dos competidores. E como preparar o físico, somente, não basta para quem quer ganhar ou mesmo apenas completar a prova, a Abapa incluiu duas atrações especiais no congresso, a psicóloga e maratonista Vanessa Protásio e o também atleta Cícero Soares dos Santos. Temas como equilíbrio emocional e preparo mental, além da própria experiência dos palestrantes foram abordados na ocasião. O Congresso Técnico foi realizado no próprio local onde acontecerá a corrida, a praça Dirceu Montani Filho, também conhecida como Praça do Avião, em Luís Eduardo Magalhães.
“A Corrida do Algodão tem evoluído a cada ano e o Congresso Técnico é uma dessas inovações que com certeza vieram para ficar. É quando o atleta pode aprimorar seu olhar sobre o percurso e começar a se programar. Trouxemos atletas de alto nível para conversar com os corredores, e tenho certeza de que isto fez diferença”, explica a vice-presidente da Abapa, Alessandra Zanotto.

Segundo a atleta convidada, Vanessa Protásio, corredora há mais de 40 anos e com um vasto currículo de preparação mental de esportistas, o congresso técnico é fundamental para qualquer pessoa que vai correr, porque, entre outras coisas, evita o “fator surpresa” que pode comprometer o desempenho do competidor. “Quando você se aproxima da prova que você vai fazer, precisa ter controle sobre o que pode acontecer. Algumas coisas, como as condições climáticas, você não pode mudar, mas saber, por exemplo, onde tem uma curva ou uma elevação é importante para calcular a sua velocidade: você vai diminuir a sua velocidade para depois ganhar terreno na descida, então você projeta e programa sua corrida de acordo com todos os sinais que são dados em um congresso técnico”, diz a atleta. Ela acrescenta que a informação permite a estratégia assim como o controle emocional, que pode ser um fator decisivo para a vitória.

A veterana participa pela primeira vez da Corrida do Algodão e é entusiasta do crescimento no número de provas como esta. “Eu acho sensacional esse movimento crescente e transformador. Quem aposta na saúde está apostando no futuro. As empresas que estão abrindo esse espaço para toda população estão transformando vidas para melhor, porque a corrida é o esporte mais acessível que há. Todo mundo pode correr”, afirma. Os benefícios do esporte, a atleta diz que também podem ser aplicados na vida, para além do aspecto da saúde. “Não é sobre vencer o outro, e sim sobre vencer a si mesmo, se superar. É tão incrível porque você leva isso para a sua vida: o modelo que a gente cria de visão, de controle, de disciplina para melhorar o seu tempo na corrida é o modelo que você vai replicar a cada dia para a vida profissional, para a família, para você ser uma pessoa assertiva, bacana e feliz”, concluiu.

Quem também inspirou o público do Congresso Técnico foi o atleta Correios Brasil, Grupo Runner’s LEM, Cícero Soares dos Santos. Ele começou a correr aos 15 anos de idade e já participou de inúmeras provas, e considera a Corrida do Algodão uma das mais importantes delas. “Temos atletas de alto nível, inclusive nacionais, participando dessa prova que é um grande incentivo ao esporte em nossa região. É muito bom saber que a Abapa é uma parceira forte da corrida de rua. Os amantes da corrida só têm a agradecer à associação e a todas as empresas que acreditam no projeto.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




Enter Captcha Here :

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br