Brasil indo bem para se classificar para a Copa do Mundo de 2022

Publicada em 24/11/2020 às 08:05

As Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar já estão em andamento e, na confederação sul-americana, os quatro primeiros colocados se classificam automaticamente, enquanto o quinto colocado se transfere para o play-off entre confederações. Nesta fase inicial do processo, o Brasil não é apenas o favorito para se classificar, mas também o favorito para levantar o Troféu Jules Rimet, se você busca aposta online. E com três partidas disputadas, a equipe de Tite é a única com um 100% de aproveitamento, liderando a tabela e dois pontos à frente da Argentina. Vamos dar uma olhada em como a Seleção tem se saído até agora.

Primeira rodada: Brasil 5-0 Bolívia

Mal começou a partida e os anfitriões iniciaram a campanha de classificação com estilo. Com a pandemia de coronavírus forçando as eliminatórias serem adiadas para março, foi a primeira vez desde novembro de 2019 que o time de Tite jogou junto – não que isso fosse óbvio. O Brasil dominou desde o início, com oportunidades desperdiçadas, até que Marquinhos finalmente abriu o placar – sua cabeçada poderosa vindo de um cruzamento de Danilo. Firmino marcou o segundo, com 30 minutos jogados, e somou à sua conta – e à do Brasil – no segundo tempo. Pouco depois de uma hora jogada, veio o erro – o zagueiro boliviano Carrasco desviou para a própria rede – antes de Coutinho entrar na súmula. Um belo cruzamento de Neymar permitiu ao jogador do Barcelona marcar. Cinco gols e um desempenho cinco estrelas.

Segunda rodada: Peru 2-4 Brasil

Neymar pediu música o que o levou à segunda posição, atrás de Pelé, na lista de artilheiros de todos os tempos do Brasil. Mas não foi fácil para a Seleção. Eles estiveram atrás duas vezes em Lima, com Carrillo, primeiro, marcando para os anfitriões com seu voleio deslumbrante aos seis minutos. Neymar empatou na cobrança de pênalti antes da meia hora, e as equipes empataram no intervalo. Renato Tapia restaurou a liderança do Peru, antes de Richarlison igualar o placar. Um segundo pênalti de Neymar deu ao Brasil a liderança, antes que a noite do Peru fosse de mal a pior. Primeiro, o goleiro Carlos Cáceda, que estava no banco, foi amarelado por reclamação (depois ele classificou Neymar como “um grande palhaço”), antes de Carlos Zambrano ser expulso por uma cotovelada deliberada em Richarlison. E com o jogo ainda equilibrado, o Brasil mostrou sua vantagem númerica, com Neymar marcando o quarto gol nos acréscimos e enfiando o prego final no caixão do Peru.

Terceira rodada: Brasil 1-0 Venezuela

Depois de marcar nove gols em suas primeiras partidas, apenas um único gol separou Brasil da Venezuela no Estádio do Morumbi, em São Paulo. Poderia ter sido mais, mas o arremate de Richarlison aos sete minutos foi anulado por impedimento, com o jogador do Everton estando à frente da marcação, quando o remate de Douglas Luiz antes do intervalo também foi anulado. O gol vencedor veio na metade do segundo tempo – uma finalização de Firmino, que cabeceou à queima-roupa, depois de ter escorregado. A Venezuela permaneceu resiliente e enquanto a vitória garantiu ao Brasil a liderança da tabela com três vitórias em três, a Venezuela está em último lugar e ainda não marcou nenhum gol.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




Enter Captcha Here :

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br