Dia 13 de julho de 2020, a Escola Municipal Antônio Bento de Freitas, completa 25 anos de história e tradição na educação em Barreiras

Publicada em 12/07/2020 às 19:53

Por Tatyana Santos

Quando se pensa em uma escola no bairro “Cascalheira”, “encima da serra”, em meio uma invasão residencial e a falta histórica de infraestrutura… qual é sua perspectiva sobre a mesma? Tabus, preconceitos e estigmas foram quebrados ao longo de progressivos anos, sem assistência do governo municipal, mas que, com muito trabalho e determinação de gestoras, coordenadoras e professores que acreditaram nesta instituição e deram o melhor que podiam para moralizar e oferecer uma educação digna e de qualidade aqueles estudantes.

A história desta instituição, nasce de arranjos, e jeitinhos brasileiros… prédio alugado, sala, cantina, professores e alunos, e cada governo, arruma-se um tiquinho aqui… ajeita-se um tiquinho acolá, e o povo muito feliz aplaude. O tempo passa, ganhamos uma sede. O espaço legitima-se parcialmente como escola, mais mesmo ainda temos direitos negamos. E mesmo assim, a esperança não morre, mesmo no cascalho, sem piso, sem teto, sem dignidade na infraestrura, pasmem…. A educação acontece: professores ensinam, estudantes aprendem, o desempenho é visível. Parece que pela nossa resiliência, superamos as intempéries em nome uma missão que tem nome e sobrenome: profissional da educação.

Gerações concluíram aqui, os seus estudos iniciais e seguiram, constituíram famílias e retornaram aqui trazendo seus filhos e netos para também contribuir com esta linda história que perpassa pelo sonho e desejo de uma transformação social, onde esse sujeitos plantados aqui, frutifiquem e floresçam como cidadãos de bem para uma sociedade melhor.

E a cada ano que se passa a equipe, se engaja, novos projetos e parceiros aderem nossa luta, o movimento de cima para baixo se confira cada vez mais com novas possibilidade de ampliar a demanda e melhorar os processos, por que aqui o primordial é validar a aprendizagem e que esta seja significativa.

A Fundação Paulo Machado, pioneira em estabelecer parceira, assessoria e suporte material, a FASB, Igrejas católicas e protestantes sempre estiveram presente nesta luta social conosco, a Policia Militar com as companhias da 83º & 84º CIPM, seja com o programa PROERD ou CONDUTORES DO AMANHÃ respectivamente, mais recentemente, outra parceria com o 4º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção, com o programa PROFESP (atender crianças mais carentes com prática de esporte, reforço escolar e alimentação em uma educação no contra turno para ¼ das crianças). E aliado a tantas mãos dispostas a colaborar, atualmente temos uma secretaria de educação que enxerga, nosso potencial, e percebe que ao longo dos anos adquirimos uma PRESENÇA enquanto escola, que nos coloca na vitrine da superação.

Com toda uma ação pedagógica efetivada: Projeto político Pedagógico, Proposta Pedagógica, Agenda de eventos abertos a comunidade, Projetos de intervenção pedagógica que sistematiza e orienta a prática para melhoria do ensino, somada as ações eficazes com sistema de gerenciamento educacional proposto pela SMECEL.

Na atual gestão municipal, tivemos a grata surpresa com a requalificação da escola no final de 2017, sendo reinaugurada em 05 de março de 2018 na ocasião o prefeito nos fez promessas que acreditamos ainda sermos agraciados com espaço coberto para a prática de esportes, auditório, e espaços para eventos e biblioteca. Tornando verdadeiramente uma escola completa e digna.

Nossa estrutura técnico- administrativa, conta 32 servidores: diretora Tatyana Santos, vice-diretora Cleonice, secretária Carmem Matos e na coordenação Luiza Alves que recentemente integrou a equipe, assistente administrativa: a professora Lúcia, no setor da merenda: Keity & Yara, como zeladoras: Maria Fátima & Maria Eva, como agente de portaria Edima, Inspetora de disciplina e monitora do escolar: Thatielle Caroline, como vigilantes noturno: Gilson & Miguel, monitora: Marizete, cuidadora: Marinalva, corpo docente: Lucilene, Márcia, Olindina, Kertelly, Ronaldo, Rangel, Everthon, Nara Rúbia, Maria Valcy, Hozana, Luzinete, Rita, Fátima, Maria Aparecida & Celidalva. E as professoras assistente de alfabetização: Luara & Adrielly. Todos um só proposito: Educação de qualidade.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br