Barreiras avança no ranking entre os dez maiores PIBs da Bahia e é a 11ª economia do interior do Nordeste

Publicada em 18/12/2020 às 07:21

O Município concentra também um dos maiores PIBs agropecuários, de acordo com o IBGE

Fonte Dircom

Barreiras está em destaque entre as 15 maiores economias do interior do Nordeste, em 2018. No setor agropecuário o Município está muito bem posicionado, ocupando a terceira colocação entre os 15 maiores PIBs Agropecuários do interior do Nordeste. Os números, divulgados na quarta-feira, 16, são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revelam o crescimento da economia de Barreiras, somados bens e serviços produzidos no município.

Em relação aos números de 2017, Barreiras teve uma taxa de crescimento relevante de (+21,8%), atingindo R$ 4.744 bi, contra os R$ 3.889 bi, naquele ano. Esta projeção coloca o município na 11ª posição do ranking, entre as 15 maiores economias do interior do Nordeste. Já entre as economias da Bahia, Barreiras subiu, saindo da 10ª posição, em 2017 para a 9ª, em 2018. A capital Salvador lidera, com o maior Produto Interno Bruto (PIB) do estado.

Os números relacionados ao setor agropecuário também são favoráveis para Barreiras que ocupa a terceira colocação, entre os 15 maiores PIBs Agropecuários do interior do Nordeste com um PIB de R$ 1.068 bi. Ao receber os novos indicadores econômicos, o prefeito Zito Barbosa demonstrou otimismo e acredita que há potencial para um crescimento ainda maior da economia de Barreiras. “Estamos certos de que estes resultados são reflexo de um esforço grande de nossa administração, com investimentos em setores como saúde, educação e infraestrutura. A atração de novas empresas, o fortalecimento do comércio e do setor do agronegócio são consequência de políticas públicas adequadas e em funcionamento. Nossa meta é intensificar ações e investimentos onde ainda há maior demanda”, disse.

O PIB dos Municípios é elaborado pelo IBGE em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, as Secretarias Estaduais de Governo e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). Na Bahia, o trabalho é feito em conjunto com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br