Em Live Solange Cunha lança dois livros

Publicada em 08/01/2021 às 13:24

Texto e fotos ABL

Natural de Cotegipe e membro da Academia Barreirense de Letras (ABL), a professora e escritora Solange Tavares da Cunha começa o ano de 2021 brindando os leitores com mais dois livros.

O ‘Coletâneas Poéticas’, um compilado de textos e poesias, e o ‘Vamos falar sobre as flores?’, que tem participação de 418 pessoas, com depoimentos, fotografias e outras expressões poéticas. As obras foram finalizadas em 2020, embora iniciadas há mais tempo.

Para apresentar os novos livros, bem como falar sobre a importância da literatura na vida da humanidade, a ABL realiza uma live no próximo domingo (10), a partir das 20h, com participação da escritora e da poetiza Antônia Prado. A apresentação do evento virtual é do presidente da academia, Valney Rigonato e com transmissão pelo canal da entidade no Youtube.

Sobre o livro Coletâneas Poéticas, Solange disse que “é um momento de fala da minha pessoa, onde enfoco memórias, reminiscências e atualidades”. Ela destacou que existe sentido social nos textos “que foram produzidos em toda minha vida como compositora literária”, salientou.

O livro contém uma seleção de obras diversas, pontuou, afirmando que traz também “trechos e frases em textos com intuito de trabalhar algumas questões gramaticais (morfossintaxe), elementos no gênero narrativo através de poemas”.

Solange explicou que considera “esse gênero (poema), bem concreto, oportuno pra registrar fatos do dia-a-dia . Nessa coletânea apresento contos, paródias e poesias e poemas de temas livres”, resumiu, acrescentando que o livro tem ilustrações da sua conterrânea, Meire Flor Vieira, artista cotegipense com Licenciatura em Artes Visuais.
‘Vamos falar sobre as flores?’ foi concebido em 2000, em um momento de “autoafirmação em minha vida, em uma quase plena felicidade, descontração e irreverência”, disse, afirmando que foi um período de produtiva troca de experiências, questionando a todos: ‘com qual flor você se identifica?’.

No papel de entrevistadora, questionava sempre “sobre a importância das flores, em virtude das muitas reflexões sobre elas”, lembrou, destacando que por muitos anos o projeto ficou parado, enquanto se dedicou a outras iniciativas, como os estudos e trabalho.

Nesse momento de pandemia ela resolveu concluir aquela pesquisa, compilou o material que já possuía e conectou outras pessoas, algumas que já não via há mais de 30 anos. “Foi muito satisfatório. Nesse trabalho vocês vão se emocionar com os diversos depoimentos inusitados, apaziguadores, de descrenças, e sentimentos expressos através de poemas”, afirmou.

Com 22 páginas o livro tem apresentação da poetiza Antônia Prado. Natural de Cristópolis ela se disse grata pela experiência de vivenciar um trajeto literário “belíssimo e empático, visto que na obra, a autora despe-se totalmente de ‘vaidade’ e permite às pessoas interagirem, se revelarem numa conexão de intertextualidade, sem perder a sua condição de idealizadora e executora do projeto”.

Na sua trajetória pelo mundo das letras, a escritora lançou, pela ordem: “Cotegipe Quase um documentário”; “Ser antes de tudo Solosófica”; “O diário de uma chorona” e “À minha amiga Bianca”. Para o próximo (sétimo livro) ela apenas dá uma pista, “será místico relacionado ao número sete. Preciso saber se esse número está me perseguindo ou eu a ele”, concluiu.

ONDE ENCONTRAR: Os livros, como outros de autoria de membros da Academia Barreirense de Letras, podem ser adquiridos na Papelaria e Livraria Irmãos Ribeiro, pelos valores de R$ 35 (Vamos falar sobre as flores?) e R$ 25 (Coletâneas Poéticas).

ACESSO À LIVE https://www.youtube.com/watch?v=g_hQaTm-na8&feature=youtu.be

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br