ABL sedia eventos da Flib a partir de hoje

Publicada em 23/05/2022 às 15:54

Variedade de gêneros e estilos literários serão lançados todos os dias

Ascom ABL

Durante a V Festa Literária Internacional de Barreiras (Flib) 27 autores regionais lançarão seus livros no auditório da Academia Barreirense de Letras (ABL). Chama a atenção a diversidade de gêneros literários que abrangem desde a literatura infantil, romances, crônicas e versos, até obras com abordagem científica.

A abertura dos lançamentos será às 16h30 do dia 23, com a escritora Solange Tavares da Cunha, uma das fundadoras da ABL, que lançará ‘Coletâneas Poéticas’ e ‘Vamos falar sobre as flores?’ Ela divide a mesa com Marcos Alberto de Souza Oliveira, que apresenta ‘Palavra Viva’.

Caçula entre os autores, a estudante da escola Municipal Alcyvando Ligouri da Luz, Anna Elys, lança às 18h, ‘Os irmãos e a bruxa’, escrito em 2020, quando tinha 7 anos, orientada e estimulada pela professora Maria do Carmo.
“A leitura é para mim uma viagem através da qual posso me encontrar com personagens da ficção, relaxar e aguçar o imaginário na criação de novas histórias”, disse a garotinha.

Ela viverá sua estreia dividindo a mesa com o escritor Théo Santos com os livros ‘Bela Acordadíssima’ e ‘Algumas de Amor e outras do ser’; Franco Porto e Ariadne Godinho com ‘Bloco de Notas que virou livro’; Jaque Coelho que traz ‘O abominável monstro da Neve’ e Adilma Vilela com ‘Crônicas de Mima’.

Às 19h o multiartista Inácio Cordeiro Filho lança ‘Textos e Telas’, ao lado do médico Orlando Pereira Faria, que apresenta sua obra ‘Time Out – antes da incisão – questões sobre obesidade, cirurgia bariátrica e prática médica’, e a professora e escritora Ananda Lima com seu quinto livro ‘Partindo para alto mar- Um câncer e uma pandemia na rota’.

Com eles a educadora Antônia Prado lança ‘À Tona: páginas de areia’, já apresentado em Cristópolis, sua cidade natal. “A parte inicial da obra faz uma alusão ao tempo. “Na segunda parte faço homenagens à conterrâneos, com crônicas suaves, cheias de memórias afetivas”, revelou.

Ela afirmou que é a favor do livro físico, pois traz lembranças muito boas desde a infância. E, embora seja esta sua primeira obra solo, tem participação em diversas coletâneas, a exemplo de ‘Fraternidade em Movimento’, produzido na pandemia e ‘Bardos Baianos, Território Rio Grande’.

HISTÓRIA – A inauguração da sede da ABL nesta segunda-feira (23) marca uma data histórica para a entidade, fundada há 17 anos com o propósito de congregar escritores locais, reforçando a importância da literatura no desenvolvimento artístico e cultural da cidade.

Membros da academia, Raimundo Corado e Robson Batista abrem a programação da FLIB na Casa da ABL com a oficina Literatura de Cordel, às 8h, voltado principalmente para o público estudantil.

Das 14h às 16h tem Roda de Conversa sobre Literatura Infantil com Théo Marques, Franco Porto, Ariadne Godinho, Maria Augusta e mediação de Anatália Oliveira. Participam ainda os educadores e membros da ABL, Antônio Galdino, Ananda Lima e Tina Laura.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




Enter Captcha Here :

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br