Produtores rurais de Barreiras lançam campanha contra o mosquito Aedes Aegypti

Publicada em 15/02/2016 às 16:50

sos1

Ascom Abapa

Diante do aumento de casos de dengue, zika vírus e chikungunya em todo o país, os produtores rurais de Barreiras decidiram entrar na luta contra o Aedes Aegypti, mosquito transmissor das doenças. A categoria, por meio das entidades representativas – Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e o Sindicato de Produtores Rurais de Barreiras (SPRB) – lançará, na próxima terça-feira, 16, às 10h, no Parque de Exposições, a Campanha SOS Barreiras, com o alvo nos criatórios do mosquito.

A ação conjunta tem o intuito de reforçar as equipes da prefeitura, através da cessão de máquinas (caçambas, moto niveladoras, tratores, pás-carregadeiras, roçadeiras e rolos compressores) e seus respectivos operadores, para realizar um mutirão de limpeza em terrenos baldios e áreas abandonadas onde haja acúmulo de lixo e prováveis focos do Aedes Aegypti.

Durante dez dias, aproximadamente, as equipes atuarão em bairros previamente selecionados pelo município, obedecendo ao critério de prioridade definido pelo maior índice de infestação.

“Entendemos que o combate aos focos do mosquito transmissor de doenças não é apenas um dever do poder público. A população também tem que fazer a sua parte. Por isso, vamos dar o nosso apoio, assim como fizemos com o SOS Seca, que deu muito certo e esperamos repetir o mesmo êxito da campanha anterior”, declarou o presidente da Aiba, Júlio Cézar Busato.

Segundo o presidente do SPRB e coordenador da campanha SOS Barreiras, Moisés Schmidt, todo o custo operacional da ação será do produtor. “O objetivo é chegar onde a equipe da prefeitura não está chegando para fazer a coleta de lixo e desobstrução de ruas. E o melhor é que terão equipamentos pesados trabalhando simultaneamente em diferentes pontos da cidade, a fim de otimizar a operação, já que temos prazo para iniciar e concluir os serviços, pois os maquinários precisam voltar às propriedades rurais devido ao período de colheita que se aproxima, explica.

O presidente da Abapa, Celestino Zanella, destacou a importância da iniciativa. “É essencial a união de todos para que a população fique mais tranquila diante do quadro alarmante de Microcefalia associado ao Zika Vírus. Nós produtores estamos comprometido com a causa e estamos disponibilizando voluntariamente máquinas e operadores para esta luta”, disse.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br