Prestadores de serviços da Usina Solar fazem manifestação contra falta de pagamento em Tabocas do Brejo Velho

Publicada em 07/06/2016 às 07:32

tabocas5

Da redação JornalNF | Fotos divulgação

Fornecedores de máquinas e equipamentos e empresas que prestam os mais diversos tipos serviços para a Usina Solar do Parque Voltaico Ituverava, que está sendo construída em Tabocas do Brejo Velho, Oeste da Bahia, bloquearam na manhã de ontem, 06, a entrada do canteiro de obras para reivindicar o pagamento pelos serviços prestados.

parque

A usina solar pertence a multinacional italiana Enel Green Power e começou a ser implementada em dezembro de 2015 com estimativa de produzir 500 GWh por ano. A previsão é que o parque solar entrará em funcionamento em meados de 2017. Esta é a maior usina de energia solar da América Latina e ajudará a suprir à demanda constante de energia elétrica no país – que de acordo com estimativas vai aumentar a uma taxa média de 4% ao ano até 2020.

tabocas

Segundo um dos empresário que prestou serviços para a Ambiente Gaia, uma das empresas terceirizadas pela Enel Green Power, são vários fornecedores em atraso, já chegando há quatro meses após terem concluído os serviços de limpeza da área e supressão vegetal. “A Ambiente Gaia era contratada pela empresa Enerray, responsável pela ponte entre os fornecedores e a empresa Enel. A Enerray pagou todos

os funcionários da Ambiente Gaia, mas os fornecedores ficaram em descoberto, uma vez que a Ambiente Gaia já levantou acampamento e abandonou o canteiro de obras”, disse o empresário, preocupado em receber o que lhe é de direito.

Ainda segundo o empresário, o débito da Enel para com os fornecedores da região é de R$ 1.359.223,21, destes, R$ 300.000,00 somente com fornecedores de Tabocas do Brejo Velho.

Em reunião com os manifestantes na manhã de hoje, o representante da Enerray afirmou que vai solucionar o problema e repassar os valores devidos para que a Ambiente Gaia possa sanar o débitos dos fornecedores contratados. “O indiano Alok, proprietário da Enerray, informou que entre quinta-feira, 09, e sexta-feira, 10, vai se reunir um a um dos 50 fornecedores da região que tem dinheiro a receber da Ambiente Gaia”, concluiu o empresário.

Com todo esse volume de pagamentos em atrasos, a Usina Solar do Parque Voltaico Ituverava continua a oferecer vagas de trabalho para quem reside em Tabocas do Brejo Velho e cidade circunvizinhas como Serra Dourada, Brejolândia e Santana.

Além dos fornecedores em atraso, participaram da manifestação moradores da comunidade vizinha a Usina, cobrando providências quanto a poeira levantada pelos carros e caminhões da obra.

Seria interessante que as autoridades públicas dos municípios da região e do governo do estado também exerçam pressão junto aos empresários desse mega empreendimento para que não ocorra o mesmo que aconteceu com a Abengoa em Barreiras, onde fornecedores de vários estados do Nordeste estão amargando com um prejuízo milionário, estimado em mais de R$ 70 mi.

A companhia espanhola Abengoa, de energia renovável e infraestrutura, encerrou as atividades no Brasil e entre os contratos firmados entre a empresa e o Governo Federal estava a renovação da rede de transmissão de energia desde a cidade de Miracema/TO até Sapeaçu/BA. Neste trecho vários fornecedores e prestadores de serviços de Goiás, Tocantins, Piauí e Bahia, estão há quase um ano sem resposta quanto ao crédito que têm junto a empresa espanhola.

tabocas1 tabocas2tabocas4 tabocas2tabocas6

1 Comentário

  1. marcos antonio disse:

    tenho um caminhao basculante eu estava pensando em ir trabalhar po rai mas depois dessa denuncia ja nao vou mais no pais ta tudo igual todas empresas ta ruim pra pagar…….goiania

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br