Prefeitura de Barreiras promove cidadania aos nascidos no Hospital da Mulher

Publicada em 29/03/2017 às 07:48

Fonte Dircom

O projeto da Unidade Interligada de Registro Civil das Pessoas Naturais de Barreiras já está instalado no Hospital da Mulher. Seguindo as diretrizes do Conselho do Tribunal de Justiça da Bahia e da Corregedoria Geral de Justiça, a Secretaria Municipal de Saúde já está emitindo o registro civil, permitindo assim, que os recém nascidos já saiam da maternidade com a certidão de nascimento.

Na Unidade Interligada- UI, são recolhidos e conferidos os documentos dos pais, a Declaração de Nascido Vivo, em seguida o preposto imprime a certidão, sela, carimba, assina e entrega ao declarante. Todo esse processo dura cerca de 20 minutos, ao final é feito o arquivamento no cartório da declaração de nascimento.

“A Certidão de Nascimento é o primeiro grande passo pleno da cidadania, dá acesso aos serviços sociais básicos e garante ao nascido, todos os direitos constitucionais. Essa novidade beneficia aos pais, tanto na comodidade como na agilidade de adquirir esse documento”, disse o Secretário de Saúde, Tiê Araújo.

A Sala do Cartório conta com um representante do Registro Civil de Pessoas Naturais de Barreiras, e funciona no turno vespertino de segunda a sexta-feira. “Essa iniciativa evita o que chamamos de sub-registro, ou seja, pessoas que não foram registradas. O atendimento dentro do Hospital da Mulher facilita a emissão da certidão de nascimento, que vai possibilitar o acesso aos direitos básicos da criança e dos pais. Agora o próximo passo é implantar o registro do CPF no próprio registro de nascimento”, destacou Rafael Tales, representante do Cartório de Registro Civil.

Para Renata Pabline, moradora de Barreiras que ganhou seu primeiro filho, o Bernardo, e já vai para casa com o registro em mãos, a iniciativa agiliza o atendimento nos primeiros dias de vida de um bebê.

“Essa sala do cartório dentro do Hospital da Mulher ajudou muito. Meu filho nasceu saudável e já vai para casa com tudo pronto, desde os primeiros exames, as primeiras vacinas que são necessárias nesses primeiros dias de vida e agora com o registro civil de nascimento”, falou Renata Pabline.

No Hospital da Mulher, além de emitir o Registro Civil de Nascimento, a criança ao nascer recebe as primeiras vacinas, como: hepatite B e BCG, além do teste do pezinho e do olhinho.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br