Prefeitura de Barreiras decreta Estado de Emergência e cancela Carnaoeste 2016

Publicada em 28/01/2016 às 15:15

carnaoeste

Da redação JornalNF

Devido as fortes chuvas que caíram sobre Barreiras neste mês de janeiro, principalmente nos últimos dias, fez com que o prefeito em exercício, Carlos Augusto Nogueira Barbosa (Paê Barbosa), decretasse Estado de Emergência na cidade e cancelasse o Carnaoeste 2016.

As chuvas acima da média ocasionaram o transbordamento de canais e invadiram mais de 200 residências no bairro Santa Luzia e outras 50 no Loteamento Serra do Mimo. Bairros como o Morada da Lua (de Cima e de Baixo) e o São Paulo, também foram afetados e encontram-se em situação calamitosa. Na zona rural a situação é semelhante, onde em algumas localidades os moradores estão ilhados devido às péssimas condições das estradas e quedas de pontes e pontilhões.

O anúncio do Estado de Emergência e cancelamento do Carnaoeste 2016 feito na manhã de hoje, 28, em entrevista coletiva concedida na sala de reuniões da Prefeitura Municipal.

De acordo com Paê Barbosa, o município passou por momentos difíceis nestes últimos dias com o agravamento das consequências causadas pelo volume de chuvas que caíram sobre a cidade. “Essa é uma decisão muito difícil para um gestor, uma decisão consciente da minha responsabilidade. Para essa e outras decisões ficou a preocupação fundamental com a vida das pessoas e dos serviços essenciais. A situação se agravou muito nas últimas 72 horas, ruas até então transitáveis começaram a se deteriorar, impedindo inclusive que carros da coleta de lixo passem por diversas delas”, disse o prefeito em exercício.

Outra preocupação do gestor é sobre o mosquito Aedes Aegypt, transmissor da dengue, chikungunya e Zica Vírus. “Estamos com os índices de infecção epidemiológicos controlados, mas a presença do mosquito transmissor pode se agravar com o volume de água e entulhos acumulados”, relatou Paê, destacando também que comunidades rurais, seja pela situação das estradas e pontes já estão ficando isoladas, ocasionando problemas para o deslocamento das pessoas, bem como inviabilizando o transporte escolar e público para essas comunidades, o que pode acarretar no atraso no início do ano letivo.

O agravamento na situação da infraestrutura da cidade, também foi um dos vetores que contribuíram para o Decreto de Emergência. “Os problemas da micro e macro drenagem, a ampliação dos buracos na malha asfáltica aprofundaram a situação de emergência em nossa cidade. Diante desse quadro e atento aos anseios, escutando diariamente a população e depois de avaliar com todo o nosso secretariado e técnicos do governo, acreditando no apoio integral do legislativo, com todos os seus vereadores e de todas as entidades representativas da nossa sociedade, bem como com todas as forças políticas, tanto da situação como da oposição, além do amigo e companheiro, o prefeito Antônio Henrique, diante da situação atual não nos resta outro caminho a seguir o de decretar por 90 dias Estado de Emergência e cancelar o Carnaoeste 2016”, concluiu o gestor em exercício.

 

⁠⁠⁠A Defesa Civil, instalada em Barreiras, colocou dois telefones à disposição da população, 24 horas por dia. Os desabrigados ou atingidos pela enchente podem ligar: 3611-8038  e 3613-9583.

8 Comentários

  1. Eduardo disse:

    E se esses veriadores nunca ajeitaram a cidade porquê agora eles irão ajeitar eis a questão esse dinheiro ira pagar a clinica cara de Antônio Henrique como se uma diaria em um dos hopitais mais caros do Brasil

  2. Ferreira disse:

    Diante do problema da infraestrutura da cidade, o Prefeito esta de parabens pela decisáo tomada por ter cancelado o carnaoeste.
    Esperamos que, visto como nossa cidade se encontra atualmente, a Prefeitura trabalhe mais para termos uma cidade melhor.
    Vamos acordar politicos…

  3. yany leily Martins disse:

    É lamentavel saber que governantes não cumprem totalmente com seus deveres administrativos para que na ocorrencia de fatos como este estejam preparados para uma solução mais acertiva. Cancelar o festejo do Carnaval é sim neste momento correto. Mas pensemos quantas ações poderiam ter sido realizada para que não alcançassemos o caos!!!Lembram-se do estado deploravel que o ultimo governo deixou a cidade?!Isso é so o efeito cascata,de governos onde se impera a corrupção,interesse próprio,irresponsabilidade e ganância!

  4. Nilson P. Junior disse:

    É isso ai Sr. Prefeito,
    A medida tomada foi acertada, pois o carnaval não ia trazer nenhum benefício para a maioria da população da nossa cidade que já estão sofrendo com as mazelas do governo nas áreas da saúde, segurança, na área econômica em geral e politica, era e medida mais acertada no momento, agora é focar no atendimento da população mais afetada pelas chuvas.

  5. ROBERIO rocha disse:

    Ate que fim essa bestera de carnaval acabou pelo menos esse ano só dar briga e morte.

  6. Nicia disse:

    Vamos ver agora o que a prefeitura fará em prol da cidade porque os buracos já vem de muito tempo e só no tempo de carnaval que enxergam. A cidade está um caos em termos de infraestrutura e não é de agora. Vamos ficar esperançosos que tomarão providências dessa vez.

  7. Gilberto disse:

    Lamento muito por tantos transtornos sofridos a população barreirense e desejo que tudo volte ao normal e que todas as famílias afetadas pelas chuvas, possam se recompor dos danos causados! Correntina que agora será foco dos foliões! Correntina estou chegando! #DEUSNOCOMANDO

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br